segunda-feira, 28 de novembro de 2016

A VOLTA DA RITALINA





Quem acompanha o blog sabe que esse ano não tomei Ritalina.
Ou melhor, não tinha tomado.
O ritmo de vida que vinha levando me permitia abrir mão da Ritinha.
Esse ritmo mudou e eu senti necessidade de voltar a tomar.
Não ouve nenhum descontrole ou algo parecido, apenas voltei a chafurdar na areia
movediça da desatenção e perda de foco.
Assumi a manutenção de uma loja de celulares e a sucessão de aparelhos chegando,
a urgência pela entrega dos serviços e a grande variedade de defeitos me enrolaram e,
de repente, me vi com vários aparelhos abertos na bancada e sem saber qual deles atacar primeiro.
Temos que ser realistas e humildes: meu limite sem Ritalina chegou.
Sou péssimo sob pressão de qualquer espécie, mas a do tempo é a pior.  Não cumprir prazos
acaba comigo; em vez de me acelerar, paraliso. Ou quase...
Então lembrei-me dela, e o efeito é imediato; uma lucidez, um aumento no foco e uma mudança de atitude que me fizeram desenrolar rapidamente o que parecia um caos. E era..
Isso é uma derrota? Não creio. Me virei muito bem por onze meses sem um comprimido sequer, mas as exigências da minha vida mudaram, e as novas me obrigam a ter características comportamentais que a natureza não me deu;  então devo acrescenta-las artificialmente. Ou mudar de profissão.
Mas ficará sempre o aprendizado de que é possível viver sem Ritalina, sob condições de
menor pressão e maior limite de erro.
Não vou mudar nada do que disse antes sobre viver sem remédio; naquele momento foi ótimo.
e acredito que, para muitas pessoas será possível abrir mão do medicamento. Desde que se auto analise honestamente e conheça suas limitações.
Outra coisa, não vamos endeusar ou demonizar a Ritalina, ou a necessidade dela. A Ritalina é um remédio como qualquer outro, com virtudes e defeitos.Graças a Deus ela existe e eu posso usa-la. Facilita muito a minha vida.
Não faço esse texto como lamúria, mas apenas para ser honesto com vocês que me acompanham
há tantos anos. Isso não é fracasso, muito menos um retrocesso: Para situações diferentes, ferramenta
diferentes
E ponto final.







20 comentários:

  1. Alexandre, fica complicado dizer se é possível viver sem Ritalina quem tem esse problema. Como o TDAH atrapalha o aprendizado e consequentemente certas intuições básicas, você, ao ganhar mais foco com qualquer remédio que sirva para isso, mais ou menos, vai com certeza vai se atualizar naquilo que deixou passar ao longo dos anos. Talvez seja hora mesmo de você usar ritalina, para que os padrões dessa nova vida com mais demanda se tornem óbvios como os demais de suaa vida anterior. Mas eu não sou especialista. Escrevi isso para que você considere isso também.

    abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu grande problema ainda é a compra da Ritalina, estou sem receita, precisaria pagar uma consulta para um psicoterapeuta ou neuro me "avaliar", pra depois conseguir. Estou sem convênio, hospital público ? Demoram 5 meses só pra agendar. Sugerem algum milagre ? (Não vou ter uma overdose, nem sou nenhum viciado, porém existem momentos que sinto a necessidade do medicamento)

      Excluir
  2. MNEMÔNICA TOMISTA

    UM ALUNO pergunta-me o que faço para lembrar com certa facilidade das coisas que li. Bem, como a resposta pode ser útil para outras pessoas além dele, eu a darei de público.

    Com Santo Tomás, aprendi que EXISTEM A MEMÓRIA NATURAL (um dos quatro sentidos internos) E A TREINADA, sendo esta última a arte de rememorar, a qual pressupõe algumas regras.

    Eis os conselhos básicos do Aquinate:

    > BUSCAR SIMILITUDES IMAGÉTICAS das coisas de que se queira lembrar. Neste caso, as imagens podem e devem ser um tanto extravagantes, pois a alma se prende mais ao que é fora do vulgar;
    > Tais imagens, sejam quais forem, devem ser intencionalmente dispostas em determinada ORDEM, de modo que de um ponto se passe a outro quase naturalmente;
    > Deve-se ter ATENÇÃO ao que se queira lembrar, ou, em termos contemporâneos, FOCO. Em suma, quem se entrega por inteiro a uma atividade tende a lembrar dela com maior facilidade do que a pessoa desatenta ou superficial;
    > É necessário MEDITAR acerca do que se queira lembrar, pois recordamos melhor das coisas sobre as quais pensamos com freqüência.

    Estes quatro tópicos são hauridos de Cícero e de Aristóteles e sintetizados pelo gênio medieval com maestria.

    Há mais: evitar, habitualmente, aglomerações ou lugares agitados é outro conselho de Santo Tomás pegado de empréstimo a Cícero**, para quem "solitudo conservat integras simulacrorum figuras", ou seja, o lugar solitário e silencioso ajuda a conservar as imagens de que a memória se vale para operar. Tomás apenas troca "solitudo" por "sollicitudo", ou seja, solidão por solicitude.

    Não por outro motivo, se uma pessoa não é capaz de atenção e recolhimento, torna-se quase impossível para ela exercitar a memória.

    Como se vê, são conselhos de uma desconcertante simplicidade...

    No mais, faça o que fizer com AMOR, o qual potencializa de maneira extraordinária as energias psíquicas.

    ** Trata-se do livro "Rhetorica ad Herennium", cuja autoria é hoje posta em dúvida por vários estudiosos.

    ResponderExcluir
  3. CONDESCENDÊNCIA: Complacência, tolerância, transigência.

    Meu caro Guru e irmão em TDAH; inspiração eterna na longa, penosa, sofrida e infindável jornada de sobreviver com esta doença do TDAH, enfim, meu amigo fraterno,

    Como você bem sabe, sou ardoroso defender da medicação, tanto que você me citou no post de 09/07/2016, vide:

    http://www.tdah-reconstruindoavida.com.br/2016/07/o-tdah-sem-remedio.html

    Então, este seria um daqueles momentos em que seria prudente a um amigo ser condescendente com o outro, .... mas prudência não é o meu forte.

    Daí que, tenho apenas algumas palavras de consolo para você: "Eu te disse, eu te disse; mas eu te disse, te disse."

    "Eu te disse, eu te disse; mas eu te disse, te disse."

    ResponderExcluir
  4. Um caminhão, carregado, descendo a ladeira. Todo motorista de caminhão sabe que ele tem descer a ladeira pisando no freio, às vezes até mais devagar do que subindo, pois, caso contrário, se o caminhão "pegar velocidade", nada consegue segurá-lo, e somente restaria esperar que não houvesse nada na sua frente.

    O TDAH, dirigindo o caminhão, TOMANDO A MEDICAÇÃO, até pisa no freio, mas, de vez em quando, solta o freio para ver se "no que dá" e se satisfazer com a emoção do perigo.

    O TDAH, dirigindo o caminhão, SEM TOMAR A MEDICAÇÃO, acelera ao invés de pisar no freio, até porque não adiantaria nada frear, pois esqueceu que alguém tinha lhe dito que o freio estava com defeito e não estava funcionando. É salve-se quem puder

    E ponto fina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, essa é a melhor definição que vi até hoje sobre viver com no TDAH.
      Já estou sem a medicação há pouco mais de 2 anos e meio.
      Nesse período terminei o curso superior (sofrido), abri uma empresa e tô tocando a vida.
      Infelizmente para o meu organismo a Ritalina apresentou efeitos colaterais preocupantes, pois hoje tenho um coágulo em uma área inacessível do cérebro para solucionar.
      Os médicos não souberam afirmar se a medicação foi o motivo ou o catalisador.
      Tenho usado uma bebida sem álcool chamada Slow Cow para inibir a aceleração típica e a impulsividade,em conjunto com exercícios de respiração, pra parar e refletir antes de tomar qualquer decisão importante.
      Mas a desatenção ultimamente também está difícil de controlar, além da procrastinação, velha inimiga que teima em voltar.
      Mas sou teimoso por natureza e não vou permitir que isso me impeça de chegar onde quero!
      Leve o tempo que for, vou conseguir!

      Cara, procura um App que faça animação e monta uma história com essa alusão do caminhão sem freio.
      Será a forma mais simples de descrever o TDAH para qualquer pessoa.
      Abraço.

      Excluir
    2. Errata: onde está "com no TDAH",leia-se "com o TDAH".

      Excluir
  5. Falando um pouco mais à sério, (um pouco só, claro), tomo o CONSERTA há muitos anos, todos os dias da minha vida, inclusive deixo na minha cabeceira da cama para ser a primeira coisa a fazer quando acordo.

    Acontece que a minha mente (que chamo "O TDAH que habita em mim", rejeita ferozmente a medicação, tendo dias que passo muito tempo pensando "porque tomar" "quero tomar não", até que me forço e tomo.

    Já falei isto com a psiquiatra que me acompanha, e ela disse que não sabe exatamente o que acontece (do ponto de vista fisiológico), mas que este meu sentimento é absolutamente normal em pacientes que tomam medicação para doenças/distúrbios/transtornos mentais, sejam estes de que natureza forem.

    Então, por que tomo? esta é a pergunta que me faz ficar pela manhã, todos os dias, com a pílula na mão um bom tempo.

    A resposta: Não tem um único dia, um só, em que, após tomá-la, eu não me sinta recompensado por esta decisão.

    Os efeitos colaterais? com o tempo eles diminuem e desaparecem.

    Os efeitos positivos? são todos os que Alexandre postou lá em cima, e muitos outros que não tenho tempo de escrever agora (mas, se me perguntarem, eu digo).



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e quais são os outros efeitos positivos? tenho consulta com a psiquiatra quinta feira e vou pedir pra ele me receitar a ritalina

      Excluir
  6. Outra coisa, conversando com um colega que tem um irmão TDAH (que não toma medicação), sobre o Post do Alexandre, comecei a imaginar qual seria a atividade/profissão em que um TDAH poderia ficar sem tomar a medicação.

    Aí eu disse, "quem sabe um filósofo, um pensador, um .... MUSICO".

    Aí ele me interrompeu e disse: "Pô Walter, nem músico. Meu irmão é músico e, às vezes, quando ele vai chegando para cantar é que ele lembra que não imprimiu a lista das músicas e aí é um corre-corre danado, isto quando ele não esquece literalmente as datas dos shows, o que já deu margem até a ele ser excluído de bandas de músicas".

    Enfim, cada qual com seu juízo, mas, o meu, só funciona com metilfenidato.

    E chega, e basta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou ilustradora freelancer e não tomo medicação porque me faz mal. É preciso muita terapia cognitiva e meditação, mas é perfeitamente possível.

      Excluir
  7. Sabe Alexandre, essa questão de prazo é o mesmo que acontece comigo. Hoje não estou trabalhando atualmente, mas até mesmo com os afazeres de casa, depois do deixa pra depois acumulado, a sensação que tenho é de paralisação! Passo tempo olhando pra tudo, pensando em tudo e depois de planejar por onde começar, muitas vezes nem começo! Aí vem a frustração, indignação e depressão por não conseguir.
    Eis a luta diária! Nunca tomei ritalina. Meu filho de 8 anos toma. Eu ainda não faço tratamento pro TDAH, apenas luto pra viver com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Michelle sei como é isso. Planejar, pensar em tudo ao mesmo tempo e não executar nada.

      A vontade que às vezes dá é de executar tudo ao mesmo tempo.

      As emoções se misturam. A vontade de fazer e ao mesmo tempo a indecisão.

      Essas emoções parecem com a foça dos lados de dois imãs com a mesma polaridade voltados um para o outro e você ali no meio não sabendo para onde ser repelido.

      Alguém quando criança já fez essa experiência com os imãs nas mãos? A força que ocorre na mente, traduzindo para o ambiente externo é exatamente essa.

      As pessoas que não possuem TDAH nunca irão ter a dimensão dessa condição.

      É como consigo traduzir o TDAH para aqueles que não o conhecem. Eles não podem viver um dia de nossas vidas com essa condição.

      Geralmente faço uma pergunta a eles:

      Como eles conseguiriam fazer pessoas cegas de nascença entender as cores das coisas do mundo?

      Como eles explicariam a essas pessoas que o céu ou o oceano é azul, o sol é amarelo e que maçãs são vermelhas?

      Aí faço com eles a experiência das pedras aquecidas ou resfriadas. Peço a eles que fechem os olhos, por um momento coloco a pedra quente nas mãos deles e explico:

      Pense na pedra muito mais quente que isso. Esta é a cor vermelha, porém a medida que for esfriando ela ficará laranja; esfriar mais um pouco, amarela; e quando estiver em estado natural, branco.

      O oposto faço com o azul com a pedra muito gelada.


      Aí faço a experiência dos imãs. Digo a eles que o imã da mão direita é a vontade de fazer e o da mão esquerda a indecisão.

      E você tentando fazer os imãs se encostarem, o que naturalmente não ocorre, devido as forças que se repelem é o TDAH.

      As pessoas sabem que essas forças da física existem, porém não as compreendem muito bem.

      Por fim pergunto a eles:

      Você entendeu que os imãs nunca irão se juntar na mesma polaridade? Entendeu?

      Então respondo: Isso é o TDAH.

      Então digo, não me critiques, ponham rótulos simplesmente me entendam como entenderam essa experiência da física.

      Gosto muito desse blog, dos depoimentos, comentários etc etc.

      O fato é que somente um TDAH pode entender o que outro TDAH sente.

      E nessa troca de experiências encontro forças para continuar seguindo...

      Marcus Vinicius.

      Excluir
  8. EU E MEU FILHO TOMAMOS RITALINA ELE SE NÃO TOMAR NINGUÉM AGUENTA SUA AGITAÇÃO, É PRECISO TOMAR TODOS OS DIAS.

    ResponderExcluir
  9. Acho que tenho TDAH, por isso desisti de uma psicóloga que insistia em falar em ansiedade sem ao menos considerar a possibilidade de TDAH. Sou muito desorganizada, esquecida, já fui muito taxada de irresponsável. Meu humor é flutuante e me sinto entediada facilmente precisando de estímulos novos.

    ResponderExcluir
  10. Tenho um falta de atenção desde criança.. isso já m causou prejuízos diversos. Tenho 37 anos. Quero experimentar a ritalina, pois em determinadas situações que preciso atuar, a falta de atenção está me causando prejuízos financeiros enormes. Como faço pra um médico me receitar esse tipo de medicamento? Tem outra forma de consegui-lo?

    ResponderExcluir

  11. Você está procurando um emprestador de empréstimo legítimo? ? Você realmente precisa de empréstimo urgente para iniciar seu próprio negócio? Você está em dívida? Esta é a sua chance de alcançar seus desejos e damos empréstimos pessoais, empréstimos comerciais e empréstimos corporativos e todos os tipos de crédito de 2% por anulação para mais informações entre em contato conosco pelo e-mail ramzanhelp31@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Nao sei porque a ritalina é tao indicada para tdah , eu tomo sertralina e um remédio chamado vicog, que é natural, particulamente começei a ver a vida com outros olhos, finalmente começei a mer ver de igual pra igual pras outras pessoas, antes tinha medo, nunca estava bem o suficiente, as pessoas sempre pareciam saber de algo que eu não sabia , parecia que eu era algo que não tinha nem controle do que falava e nem das minhas próprias atitudes, costumava ficwr irritado com discussões e nao sabia ficar em uma conversa comum durante muito tempo, apenas com pessoas que realmente me sentia seguro de ser eu mesmo, mas na maioria das vezes, parecia que as pessoas sabiam de algo qie eu nao sabia, que a faziam levar a vida mais tranquila, as pessoas davam risada, trocavam idéia e eu só pensava em não me machucar, vc se sentia assim? ja ouviu falar desses remédios?

    ResponderExcluir
  13. Olá a todos meu nome é Luana Rodrigues, estou aqui para testemunhar como eu fui scammed por vários credor de empréstimo a partir deste site.I estava na necessidade de um empréstimo e eu aplicado de vários credores de empréstimo a partir deste site muito. Eles me pediram para pagar alguma quantia de dinheiro em base diferente, mas eu nunca recebo meu empréstimo. Isto foi como eu perdi a soma de 5000USD. Eu estava agora em dívida porque eu pedi emprestado o dinheiro de um amigo. Um dia um amigo meu me apresenta a Detlev jonas Empréstimo. Ele me contou como ele o ajudou com empréstimo em vários casos sem qualquer atraso. Eu estava com medo e nunca acredito nela. Ela me pede para confiar nela, foi assim que eu fui lhe apresentar através de seu e-mail {hmloans2@gmail.com}. Ela me disse que ela vai me oferecer o empréstimo que eu só precisa cumpri-los. Eu fiz como ela me disse e sem qualquer atraso, recebi o meu empréstimo como ela promessa anterior. Estou aqui para lhe dizer que a maioria dos credores de empréstimo neste site são scammers. Se você realmente precisa de um empréstimo genuíno, por favor, conheça Detlev Jonas empréstimo através de seu e-mail hmloans2@gmail.com. Ele é um emprestador de empréstimo confiável registrado.

    Nome da testemunha: Luana Rodrigues
    E-mail do credor: hmloans2@gmail.com
    Nome do credor: Falicity Shaw

    ResponderExcluir
  14. ¿Necesita un préstamo? Somos legítimos y garantizamos el prestamista de préstamos. Somos una empresa con ayuda financiera. Prestamos fondos a individuos que necesitan ayuda financiera, que tienen un mal crédito o que necesitan dinero para pagar facturas, para invertir en negocios. Quiero usar este medio para informarle que le brindamos asistencia financiera confiable. Nos complacerá ofrecerle un préstamo. Contáctenos vía correo electrónico: susanwanda1993@gmail.com

    Los servicios prestados incluyen

    *Consolidación de la deuda
    * Préstamos de Negocios
    *Préstamos personales.
    * Préstamos para automóviles
    * Préstamos de alquiler y vivienda

    Escriba de vuelta si está interesado con nuestra tasa de interés del 4% anual. Contáctanos vía correo electrónico: susanwanda1993@gmail.com

    Tenga en cuenta: Toda persona interesada debe enviar un mensaje a nuestro correo electrónico para una respuesta urgente y los detalles para obtener un préstamo.

    Atentamente.
    Correo electrónico: susanwanda1993@gmail.com
    WhatsApp: +1 (915) 320- 3164

    ResponderExcluir