segunda-feira, 1 de maio de 2017

TDAH: ONDE ESTÃO MEUS SONHOS?






Quem se esconde sob as diversas camadas de TDAH?  
Ainda resta algo do adolescente sonhador? Ou foi sepultado pela vida e pelo transtorno? Onde mora o idealista que sonhava em fazer teatro popular?  
Quando criança, uns quatro ou cinco anos, eu tinha um sonho recorrente : estava deitado em um buraco e rolos de cobertor vinham me cobrindo a partir dos pés, paulatinamente, até me cobrirem a cabeça e eu acordar assustado. Precisei tomar remédio para dormir - um tal de Mogadon, se não me falha a memória - e interromper esses pesadelos. Se eu pudesse prever o futuro não tomaria esse remédio. Eu tinha sonhos premonitórios. Ou extremamente alegóricos com o futuro. Se trocarmos os cobertores pelas besteiras da vida, pelos erros que cometemos, temos uma alegoria tdahdiana para a vida. 
As atitudes impulsivas que desaguaram num casamento precoce e não planejado, a necessidade imediata de subsistência e a busca incessante de felicidade numa alma assolada pela insatisfação eterna do TDAH, soterraram os sonhos do escritor e teatrólogo, como me soterravam no sonho. O cara que mudaria a vida das pessoas pelo teatro, sucumbiu sob as camadas das opções impulsivas, do prazer imediato, da insatisfação inesgotável...  
Em alguns instantes da vida pude vislumbra-lo; mas jamais resgata-lo. Hoje, sei lá porque, me vi inteiro. Os sonhos intactos, a vida pela frente, um monte de coisas por fazer, vidas para revolucionar. Custei a me reconhecer nele.  
A paisagem corre do lado de fora, o tempo está cinzento e frio. O ar condicionado não precisava estar ligado. Preciso ir ao mecânico resolver o problema do meu carro. Ali perto tenho uma cliente de celulares excelente. Como essa mulher estraga iPhone, meu Deus! A Apple deve lançar em setembro o iPhone 8. Mais uma correria às lojas. Pessoas que necessitam de mostrar ao mundo seu sucesso material. Isso há vinte anos era inimaginável no Brasil. Era um fenômeno típico do americano. O brasileiro era mais influenciado pelo europeu, mais humanista, menos materialista. Hoje copiamos o pior dos americanos, o materialismo. E nada do respeito ao outro, à liberdade e à democracia típicas dos Estados Unidos.  
Assim me perdi dos meus sonhos.  
No TDAH um pensamento leva a outro, e a outro, e a outro, e a outro...  
E leva junto a nossa vida. E os nossos sonhos. E ficam tão distantes que quase não os reconhecemos quando os reencontramos. 

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ola, tudo bem. Dei uma lida no seu blog e me chamou atenção pois, desconfio que tenha algum "problema". E desconfio TDH, pois com o passar do tempo fico reparando que cometo,bem.., algums Vacilos. Esqueço algumas coisas que deveria fazer ( não o tempo todo ). Em relação ao mundo da lua, isso é uma das coisas que me chama atenção. Estou na faculdade e, desdo ensino medio não mantenho a concentração constante no que o professor diz. Me distraio com o som de uma caneta atraz de mim caindo e, é mais facil ficar viajando as vezes em pensamentos aleatórios do que manter o foco e estudar. Bem, acho que é isso... Se poder me dar uma "ajuda"? Ah sim ! Fico super focado em jogos do mmeu interrese e acabo esquecendo o mundo as vezes. Não esqueço as coisas ao meu aredor ( eu acho ). mas falar "esqueci", é bem dita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel, parecem alguns dos sintomas do TDAH, mas para ter certeza acesse www.tdah.org.br e faça o teste que tem lá.
      Um abraço

      Excluir
    2. Oi Gabriel, parecem alguns dos sintomas do TDAH, mas para ter certeza acesse www.tdah.org.br e faça o teste que tem lá.
      Um abraço

      Excluir
    3. Oi Gabriel, parecem alguns dos sintomas do TDAH, mas para ter certeza acesse www.tdah.org.br e faça o teste que tem lá.
      Um abraço

      Excluir
  3. Que post perfeito. " E os nossos sonhos. E ficam tão distantes que quase não os reconhecemos quando os reencontramos."
    Como sempre apaixonada pelos seus textos e pelo autor deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que ainda existe alguém apaixonada por mim. Mas revele-se por favor...
      Kkkk
      Abraços

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Confesso que passei horas vasculhando seu blog e encontrei desabafos dos quais compreendo, pois conheço várias pessoas com TDAH. Uma delas, inclusive, é uma amiga que começou a ser medicada recentemente e sempre me conta o que passa em sua mente, seus devaneios e angústias. Tanto que começamos juntas a escrever um texto para que ela pudesse desabafar e acabou rendendo boas páginas. Decidimos publicá-lo para que outras pessoas também possam ver a complexidade de iniciar o tratamento. Se puder ler, este é o link:
    https://www.wattpad.com/story/107658371-mercy

    ResponderExcluir
  7. Olá. descobri seu blog só hoje e já amei. Cinco anos atrás (tinha 21 anos) em processo terapêutico minha psicóloga identificou TDAH, eu neguei totalmente e parei a terapia. Segui a vida. Mesmo sofrendo com todos os sintomas me recusava a aceitar, até que se tornou insuportável e resolvi procurar ajuda. Após passar por uma psiquiatra, iniciei o uso de Ritalina ontem.. não senti nenhum efeito até agora, não senti reações, nem minha concentração melhorar, apenas tirou meu sono da tarde (maaas já li o que vc escreveu sobre o uso da ritalina em posts de anos atrás), minha esperança é de melhora, tenho fé. Não pare de escrever aqui, por favor. Passei a tarde inteira lendo seus escritos, e só tenho a agradecer, não me sinto mais um bichinho estranho. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna, obrigado pela força. Muitas vezes não percebemos os efeitos. É muito difícil medir o nível de concentração. Por favor, não desista, siga tomando seu remédio. Se vc realmente não sentir diferença, mude de remédio ou troque pra Ritalina LA; ou aumente a dose da Ritalina.
      Abraços

      Excluir
    2. Oi Bruna, obrigado pela força. Muitas vezes não percebemos os efeitos. É muito difícil medir o nível de concentração. Por favor, não desista, siga tomando seu remédio. Se vc realmente não sentir diferença, mude de remédio ou troque pra Ritalina LA; ou aumente a dose da Ritalina.
      Abraços

      Excluir
  8. Falando em sonhos, não sou muito de sonhar.
    Mas um sonho que me acompanha desde criança, é que estou caindo de um lugar alto, e às vezes tem outras pessoas caindo junto comigo.
    E li que o significado desse tipo de sonho, diz que a falta de atenção pode levar à uma grande queda e que acaba derrubando todos em volta junto.

    ResponderExcluir
  9. Agradeço você por ter criado este site,Tenho TDAH deficit de atenção hiperatividade, me identifico muito com oque diz nos artigos que posta.

    ResponderExcluir
  10. Alexandre, parabéns pelo blog, pelos seus relatos e por sua coragem de expor parte de sua vida como portador de TDAH é muito encorajador para quem estar do outro lado da tela e é agraciado com o mesmo diagnóstico.

    ResponderExcluir