quarta-feira, 22 de junho de 2011

NASCE UMA ESTRELA!

                               

Meu último post foi dedicado à Ana Paula, que conheci durante a palestra da Dra Valéria Modesto em Viçosa. Ontem recebi um email da Ana agradecendo pela força e com um moral completamente diferente daquele em que a conheci; esperançosa, otimista e corajosa.
Por reações como a de Ana Paula, vale a pena investir tempo e emoção em divulgar o TDAH, em escrever este blog, em seguir adiante.
Quero lembrar à Ana e a todos que lerem esse post, que nossa contribuição (minha, da Dra. Valéria e da Luciana) são pequenas parcelas que somente terão utilidade se o paciente quiser melhorar. E a Ana quer.
Acredite Ana, você começa uma nova caminhada agora, com quedas e decepções, mas uma caminhada que trará inúmeros benefícios à sua vida.
Começa a nascer agora uma Ana Paula que nem você conhecia, forte, segura, otimista e vencedora.
Em nosso próximo encontro, espero que nos apresentem de novo, não reconhecerei a nova Ana Paula. rs
Ao infinito e além!
Abaixo a transcrição do email de Ana Paula; cuja postagem foi autorizada por ela:

Olá meu novo amigo!
Alexandre,
me senti profundamente tocada com sua mensagem dedicada a mim.
Não vou desistir .Eu realmente sentia- me destruída, incapaz e mentalmente desorganizada . Cheguei para palestra emocionalmente abalada e com a auto - estima visivelmente baixa. Sentindo-me “como um cachorro correndo atrás do próprio rabo” vivendo em circulo sem seguir em frente.

Sou portadora e agora? Esta era a pergunta que vinha me fazendo nesses últimos dias.
Por que não há 20 anos atrás? Por que...

Mas depois de minha primeira sessão com a Colchig Luciana Fiel, sai de lá transformada cheia de esperança , com a confiança fortalecida e com outra visão.

Ter conhecido Você, Luciana e Drª Valéria fez uma diferença enorme na minha vida inicial como portadora de DDA.

É como escreve a Drª Ana Beatriz B. Silva , em Mentes Inquietas .
“Conhecer e entender o próprio comportamento é fundamental para a mudança de perspectiva que possibilite um redirecionamento da nossa vida. É importante ao DDA aceitar o seu modo de ser e acreditar sinceramente em seus talentos.
“E, para tanto um DDA precisa persistir nessa empreitada com a curiosidade da criança e a paixão do adolescente; a determinação do adulto e a confiança serena da maturidade.”

Estou me reconstruindo...


Obrigada.
Abraço com carinho


Pode ter certeza, Ana, seu crescimento é o nosso crescimento.
Obrigado pelo retorno.