domingo, 16 de setembro de 2012

A ORGANIZAÇÃO NO TDAH





Uma das principais características do portador de TDAH é a desorganização. Não só a desorganização do espaço em que vive e trabalha como na própria vida.
Nesses dias uma amiga virtual me perguntou como faço para me organizar; pra falar a verdade em termos de espaço melhorei demais ao longo da vida, ainda estou muito longe do ideal, mas preocupo-me diariamente em melhorar. E acho que essa é a chave: querer melhorar.
Tenho de confessar a verdade, não consegui essa evolução sozinho. Casei-me com duas mulheres extremamente organizadas. Com elas aprendi a organizar-me e ainda mais, aprendi como é melhor viver em um ambiente organizado. É muito, mas muito melhor. Numa fração de segundos você encontra as coisas ou sabe onde encontrá-las sem surpresas. Cansar-se das surpresas é outra coisa muito importante. É um saco você perder um tempão procurando as chaves, os documentos, ou pior, chegar em determinado local e descobrir que esqueceu as chaves.
Por falar em chave, essa foi uma coisa que aprendi na vida: tenha-as todas num único chaveiro. Adotei essa tática depois de anos de esquecimentos e raivas desnecessárias. Num único chaveiro tenho as chaves do carro, de casa e do trabalho. Não as esqueço em nenhuma hipótese. Pode ser um pouco grande, um pouco barulhento, mas não esqueço uma chave nunca, estão todas ali.
E como não esquecer o molho de chaves ao sair? Aprendi uma estratégia interessante com um funcionário de minha loja: contar o que tem nos bolsos antes de sair. Vou explicar: imagine que você leva ao sair alguns itens obrigatórios; chaves, dinheiro, carteira, celular. Então temos aí quatro itens; um em cada bolso. O que meu funcionário fazia era, ao chegar à porta de saída, conferir o número de itens nos bolsos 1,2,3,4; contava  tocando cada bolso. Se faltasse um voltava e buscava. Aprendi e aplico.
Como organizar sua agenda diária. Se você tem um celular com Android, minha dica é: baixe o Astrid. Um programinha de tarefas sensacional, que conheci no blog da Avoada. Um polvo vermelho passa os dias te lembrando, zanga com você ou te parabeniza se você cumpre, ótimo. Se seu celular não for Android use o calendário normal, não é tão simpático mas é útil. Mesmo que você adie as tarefas o celular fica ali te lembrando.
Acima das estratégias pontuais o principal é a nossa mudança de postura. Se você conseguir passar uns dois ou três dias organizadamente verá o quanto é bom.
Internalize a necessidade de se organizar, cobre-se o cumprimento, seja duro com você mesmo. Uma das políticas que adoto é não adiar o momento de guardar algo, principalmente no trabalho. Usei, guardo; imediatamente. Se esqueço, quando percebo zango comigo mesmo. Claro que uso palavras carinhosas comigo mesmo: Você não guardou isso, seu idiota! Ou então: sua mula estúpida, olha a bagunça que você deixou. Tudo com muito carinho.
Como não esquecer a ritalina? Deixe-a no seu caminho obrigatório. Na cozinha, em cima da mesa, em local que você OBRIGATORIAMENTE veja ou acesse várias vezes por dia.
No mais, queira organizar-se.
Por favor, se alguém tiver estratégias de organização, comentem, compartilhem.
Quanto à organização da vida, bem, um dia poderei colocar um post sobre isso.