terça-feira, 23 de outubro de 2012

A MEGA SENA E O TDAH



Uma das características que mencionei no post: 25 coisas sobre mim.Com e sem TDAH é a infinita capacidade que tenho de sonhar durante o banho.
Talvez o sonho que mais tenho é: o que eu faria se ganhasse na Mega Sena.
Um sonho duplamente TDAH.
Mas não é aquela coisa genérica de se eu ganhar vou ajudar minha família, os amigos, umas instituições de caridade, essas coisas. Não!
Em primeiro lugar fico pensando em como seria minha reação ao saber que ganhei. Morro de medo de passar vergonha, portanto eu iria conferir umas 75 vezes, em sites diferentes até ter certeza de que ganhei mesmo. Outra coisa é que eu só penso em ganhar sozinho, jamais me imaginei dividindo o prêmio com alguém. Quero tudo! Uma questão que me intriga é se eu conseguiria comer ou dormir nesse período que vai da confirmação do prêmio (normalmente os sorteios são depois de fechados os bancos) até na hora em que a CAIXA abrisse e eu pudesse colocar a mão na grana. Fico imaginando minha ansiedade, meu nervosismo; tento imaginar se eu iria sair pela noite, andando de carro pela cidade até o amanhecer. Num dos meus últimos sonhos de  milionário tomei a sábia decisão de receber o prêmio no Rio de Janeiro. Assim eu passaria algumas horas dirigindo, consumindo meu tempo e tentando reduzir a ansiedade.
Passada essa primeira fase, a segunda seria de comunicar à minha família que estamos milionários. Claro,  enquanto não pusesse a mão na grana não não contaria a ninguém, vai que alguma coisa dá errado. Aí existe uma encruzilhada muito importante: volto para Juiz de Fora no meu velho carro imediatamente após me apossar da grana ou troco o carro primeiro ( o que atrasaria o comunicado à família em alguns dias). Após decidir essa questão crucial, imagino como seria comunicar essa notícia e a respectiva reação de cada um dos membros da família.
A troca do carro, a casa nova, as várias compras de eletro eletrônicos super hiper megas high tech, isso ocupa longos minutos do banho. Outra dúvida recorrente é se eu moraria em uma fazenda na região de Juiz de Fora ou  me mudaria para uma cidade praiana. Talvez o Rio de Janeiro, cidade que eu adoro.
Por fim onde e como investir o excedente? Se faria uma previdência privada para mim e meus familiares garantindo o futuro de todos, se imóvel seria ou não um bom investimento, enfim, vária questões essenciais para um novo milionário.
Mas o que mais me ocupa é tentar imaginar meus sentimentos. Os que mais me preocupam são: como eu reagiria ao saber que fui premiado e se eu me transformaria em um sujeito preponente, antipático, arrogante, ou se me manteria normal, humilde e tranquilo.
Mas pensando bem creio que quase todas as pessoas sonham com o prêmio da Mega Sena. Isso é bastante comum, normal mesmo. Nada demais!
Por que eu disse acima que é um sonho duplamente TDAH ?
Em primeiro lugar pelo sonho em si, por sua intensidade e riqueza de detalhes.
Em segundo lugar e principalmente: eu não jogo!

32 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    ! ! !

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkkkkkkkk....porque eu não jogo foi foda.....rsrsrs
    o pior de tudo é que faço a msm coisa.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Louco, né?
      Fiquei pensando, acho que esse ano não joguei nenhuma vez. Se joguei foi tão poucas vezes que esqueci.
      kkkkkkk
      Obrigado
      Alexandre

      Excluir
  3. Sou eu mesmo! hahahahaha... minhas ideias sempre vêm no banho e algumas são verdadeiros sonhos mesmo. Já tive essa da Mega Sena e também jogo de vez em nunca, rss...

    Mas o mais comum é ter ideia de negócios (sou empreendedor) novos e depois ficar dias e dias pensando cada detalhe do negócio como iria funcionar, fico pesquisando na internet e tal, quando na verdade eu deveria me concentrar em terminar os trabalhos da minha própria empresa primeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jucelino, eu não posso ver uma loja vazia que quero montar um negócio. Se você precisar de ideias leia o post abaixo. Eu tinha acabado de fechar uma empresa e procurava o que fazer. Tive mais ou menos umas 853.000 ideias.kkkkk
      http://www.tdah-reconstruindoavida.com.br/2011/02/um-tdah-afogado-em-ideias.html
      Depois me fala o que achou.
      Um abraço
      alexandre

      Excluir
  4. Eu já tenho tudo planejado para quando ganhar na megasena. Já decidi todos os meus sentimentos e atitudes, embora eles variem a cada semana. Só falta agora começar a jogar *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me responda uma coisa, Reily, por que só planejamos aquilo que jamais irá se concretizar.
      Te garanto que se você jogasse sempre não planejaria nada e se ganhasse, seria pega de surpresa e iria gastar todo o dinheiro em besteiras. kkkkkk
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
  5. Que divertido e familiar esse post! Hoje fiz mil e um planos com a 'grana' na hora do almoço, kkkkkkk!

    ResponderExcluir
  6. jucelino!! nossa vc é muito parecido comigo, eu quero ser empreendedor,se eu vejo alguma coisa, já fico totalmente envolvido nisso. por exemplo: eu na escola, aula de português ,quando derrepente vejo meu apontador, eu fico olhando,olhando até que surge uma mega idéia de negócio onde irei ganhar 7 milhões em apenas dois meses. eu irei fabricar um apontador, mas não um apontador comum, um apontador diferente onde ele economizara o lápis, uma coisa totalmente nova. revolucionária! quando estou na maior euforia , a professora me chama, e eu percebo que estou na escola, e perdi metade da aula, perdi o desenvolvimento da aula..Ai ainda não admito que sou TDAH. que TDAH? eu ? eu sou perfeito....

    ResponderExcluir
  7. Nossa quanta frustração em ler esse post. Não por ter planejado tanto tempo em ganhar a mega sena mesmo jogando pouquíssimo. Eu acreditava que teria um pressentimento e que derrepentemente faria um jogo e ganharia. Ja fiz mesmo muito planos, anotava tudo quanto iria investir nisso, naquilo, fazia a planta da casa, imaginava as viagens que eu iria fazer de fazenda em fazenda. Sim, porque eu iria comprar varias fazendas.
    De certa forma o que me consola é saber que não ganhei é que não fui responsável pela morte de uma imensidão de animais, já que iria lidar com vendas de gado de corte.
    O que frustra mesmo é saber que quanto tempo foi dedicado a meus milhões de devaneios, enquanto poderia ter sido canalizado pra estudar, já poderia falar inglês mesmo não tendo dinheiro pra fazer um curso, em casa mesmo. Isso tudo durante minha adolescência.
    O pior que até hoje eu tenho muitos devaneios, principalmente românticos, me apaixono por cada pessoa vocês não vão acreditar, planejo a vida cotidiana com essa pessoa, situações, conversas.
    A minha vontade ultimamente é ir no psiquiatra pedir uma dose bem forte de diazepan, que não me faça dormir mas sim me deixe sem pensar tanto. Sei lá, ficar tipo um maconhado.

    ResponderExcluir
  8. Sei exatamente como se sente.
    As vezes entramos em uma fase de cobrança a nós mesmos. O que é a verdade, somos os responsáveis por nossos erros. Mas não podemos ficar agarrados ao passado e sim atentos ao presente para não cometermos os mesmos erros antigos. Procure um psiquiatra, não para te deixar dopado, mas para diagnosticá-lo corretamente e tratar do que você tiver de errado; se tiver algo.
    um abraço
    Alexandre

    ResponderExcluir
  9. Penso exatamente como vc,ganhar só...mas impossível se entro nos bolões de minha unidade de serviço...kkkkkkkkkkkkk mas eu jogo viu.....bjs Wal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me dá uma beirinha se vc ganhar. kkkkk
      Minha esperança é que Deus ponha um bilhete premiado no meu caminho.Quero é milagre mesmo!!!!!
      kkkkkk
      bjs

      Excluir
  10. Cara, também tenho TDAH e tenho exatamente o mesmo sonho com a mesma intesidade de detalhes, dos sentimentos ao que faria até descontar o prêmio e o que faria com ele e o mais impressionante: também não jogo!!! hahaha Parabéns pelo blog!!! Hoje eu me trato e consigo lidar bem com o TDAH, mas queria ter o encontrado quando ainda estava me descobrindo uma TDAH!! Vc com certeza tá ajudando muita gente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luíza, obrigado pelos elogios.
      kkkkkkkk
      É muito legal, né?
      Eu me apego a esses detalhes. Imagino onde e como vou morar, escolho a cidade, o carro. Mas o que mais me ocupa é esse sentimento de descobrir-me ganhador e até o dia de receber o dinheiro. Quase sinto os sentimentos de tão reais.
      Trate-se Luíza. Cuide de você e da sua vida, você merece uma vida nova, mais tranquila e em paz.
      Um abraço e obrigado
      Alexandre

      Excluir
    2. É luza, vc tem razão... Fui diagnosticada com tdah há cerca de 1 mês. Cheguei em casa meio sem saber o que fazer, se faria ou nao o tratamento com a ritalina, etc... Me imaginei super irritada, sem paciência com a minha bebe por causa dos efeitos do remédios ( minha priminha tomou e ficou super irritada), mas lendo diariamente o blog do Alexandre tenho me entendido melhor e optei por usar o remedio... Só nao der certo? Depois vejo o que fazer rsrsrs
      Sendo assim, Alexandre, agradeço pelas suas palavras que assim como a mim, certamente ajudaram varias outras pessoas.
      Amanha começo a usar o remedio, com a Graca de Deus, vai dar tudo certo!!!!
      Ah, quanto às viagens, noooosa, a noite imagino algo, planejo a execução de uns projetos, quando acordo e lembro do que estava pensando na noite anterior, nem acredito que tive imaginação pra aquilo, de tao improvável que era... Mas e assim neh, pelo menos estou entendendo meus devaneios, em grande parte, graças a esse blog!
      Abraços a todos!

      Excluir
  11. Bem, comigo isso até acontece, mas pelo menos minha depressão já tirou isso e eu não costumo fantasiar muito. Pode parecer estranho, mas não senão fosse por ela eu ainda estaria fantasiando coisas que com certeza não iriam se realizar. Eu ficava sonhando em desenhar e criar roteiros para HQ's (histórias em quadrinhos); eu imaginava os personagens, as conversas, o clímax, as batalhas e até contava para os outros. Só que detalhe, eu não aprendi a desenhar de verdade e eu nunca escrevia minhas ideias, eu guardava todas as minhas ideias na mente. Hoje eu nem penso mais sobre isso, pois eu preferiria ser uma pessoa normal sem ideias que produz algo do que ser um excêntrico cheio de ideias na mente que nunca se concretizam.
    O pior de tudo é que eu não fui diagnosticado com TDAH. Mas com minha mãe tinha transtorno bipolar (tinha porque cometeu suicídio) e meu pai não é nada normal; certeza de que sou problemático eu tenho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elias.
      Uma de nossas características principais é esperar as condições perfeitas para agir. No seu caso você não se considera um desenhista à altura de criar uma HQ, mas vc estudou pra isso? Já viu quantas histórias existem hoje em dia com personagens de traço simples e até mesmo toscos? E fazendo sucesso. Você poderia ser roteirista e se associar a um desenhista sem sua criatividade. Muitos são os caminhos, mas o TDAH senta-se e espera as condições perfeitas, que podem jamais chegar.
      Procure ajuda médica, o TDAH é associado à depressão em grande parte dos casos.
      um abraço
      Alexandre

      Excluir
    2. Olá, desculpa a enorme demora para responder a sua postagem; apesar de eu não ser diagnosticado parece que a procrastinação e a memória de curtíssimo prazo eu tenho como sintoma. Para dizer a verdade eu já respondi ao seu posto muitas vezes, só que na minha mente, eu ficava imaginando o que responder só que na hora de sentar na cadeira e entrar no seu blog eu esquecia e ia fazer outra coisa na internet.
      Eu nunca fiz curso nenhum de desenho, eu apenas praticava com revistas didáticas e nas carteiras da escola, só que agora a vontade de desenhar foi totalmente perdida e minha imaginação para criar um roteiro para HQ praticamente não existe mais, eu apenas imagino algumas cenas, mas nada comparado há tempos atrás.
      Como você tinha dito num post anterior sobre inveja das pessoas que têm amor por algo e querem somente aquilo, eu também tenho muita, pois eu enjoo muito fácil das coisas. Agora por exemplo comecei a fazer vídeos no youtube sobre games, mas já sinto que o desânimo e as dúvidas sobre continuar vieram e logo irei parar. Eu queria tanto amar algo que me trouxesse algum retorno...
      Sobre tratamento até tentei, mas está complicado encontrar um especialista em Vitória que atenta pelo meu plano de saúde, aqui na minha cidade como sempre é difícil encontrar o que você quer, não é como São Paulo, Rio de Janeiro e etc... Eu confesso que desisti de procurar tratamento por causa disso e agora vou ver no que vai dar, espero que um dia eu pelo menos encontre algo que eu goste muito, algo que jamais irei desanimar, enjoar...

      Excluir
    3. Eu às vezes fico um tempo sem passar aqui no seu blog, mas quando venho sempre vejo um tópico que tem a ver comigo. Aquele sobre não ver aquilo que está bem diante de seus olhos é muito familiar para mim, eu vivia me flagelando por não enxergar o que todo mundo via, por demorar um tempão para resolver um problema que outro via na hora, eu me sentia burro por causa disso e até tive um tempo em que eu queria me esforçar para ser inteligente, mas hora o outra cometia uma "burrice" e me flagelava de novo...
      Obrigado pelo seu blog, é lendo ele que eu fico com mais certeza ainda que sou TDAH, mesmo não sendo diagnosticado eu vejo aqui uma forma de provar pra mim mesmo o que sou...
      Abraço
      Marcel (esse é meu nome, Elias é composto)

      Excluir
    4. Oi Marcel Elias! rsrsr
      Bom dia!
      Não desista de tratar-se, a vida é muito melhor quando tratamos, acredite! Procure um neurologista e converse francamente, se não ficar satisfeito, procure outro. O plano de saúde paga.
      Quanto às HQs e os Games, o que precisamos é de estímulos, de incentivos. Acredite mais em você, deixe sua imaginação viajar e veja a quantidade de bobagens e porcarias que fazem sucesso no mundo. Quem te garante que você não tem capacidade de vencer seja em qualquer uma dessas áreas?
      Imaginação você tem, lance sua HQs na net. Youtube, Facebook. Desenho animado. Viaje, esqueça disso como obrigação, vá como prazer. Poste por aí: Ueba, Dhitt, tanta coisa pra divulgar. Tente!
      Mas esqueça da obrigação.
      Mas trate-se, não jogue sua vida fora
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
    5. Você tem razão, eu não devo desistir de encontrar um médico que realmente esteja com vontade de conversar comigo e não um médico que apenas quer dar um diagnóstico qualquer e se despedir logo do paciente. Vou continuar lutando para encontrar o que eu preciso, que é o tratamento. Sei que não é a solução, mas é uma das formas de ajudar a se ter a solução.
      Abraços e parabéns novamente pelo seu blog!

      Excluir
  12. Hahaha Boa "01" !
    Também tenho esses sonhos acordados megalomaníacos.
    Mas só acontece quando eu apago as luzes do quarto, coloco a cabeça ao travesseiro e enquanto o sono não vem, vivo a viajar nas infinitas possibilidades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quando chego a colocar a cabeça no travesseiro já estou dormindo. Só vou pra cama no último minuto possível.
      Mas, pelo menos, você joga?
      kkkk
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  13. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk amei esse post.
    As vezes desenho plantas da minha futura casa sem ter um terreno, Decoro toda a minha casa na cabeça sem ter dinheiro pra comprar um vaso, viajo pro nordeste e fico em um hotel lindo sem nunca ter ido pra lá no chuveiro então sou mestre nisso!kkkkkkkkkkkk
    Fran

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos não nos entregamos ao desânimo e à derrota. Viajamos pelo espaço infinito de nossas mentes e nele podemos tudo.
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  14. Gente o que é isso kkk uma vez (bom foi mais de uma)fiquei tao eletrica com a ideia de ganhar na loteria que fiquei ate 2 da manha acordada pensando mil e uma coisas todas escritas acimas e mais um pouco.....o que eu faria com o dinheiro e terminei dando uma casa pra uma amiga, pagando a faculdade de outro, e claro ajundo minha familia, e o pior falando tudo isso pro meu marido ahahah coitado!!
    Bom e pra terminar de sonhar eu nunca joguei kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais TDAH impossível! kkkkkk
      Mas não é interessante, queremos ganhar, sabemos o que fazer com a grana, mas não fazemos o mínimo necessário pra ganhar: participar do sorteio.
      kkkkk
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
  15. Eu inclusive já tenho na pasta favoritos os sites da imobiliarias que me venderão os terrenos que eu vou comprar..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkk
      Sem comentários!!!!
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
  16. Oi Alexandre
    Espero que dessa vez eu consiga digitar e postar sem que a msg se perca por falta de atenção como das outras 4 ou 5 vezes !!!
    Há uns 2 meses eu conheci o blog e parece que finalmente eu conheci esse ser com quem convivo há 49 longos anos de buscas, terapias, antidepressivos que não funcionam comigo e por aí vai...
    O pior é que eu não conseguia entender se experimentava um espécie de alívio por encontrar um possível diagnóstico ou triste por ser portadora de uma doença, descobrir com essa idade, só agora e pior, que necessita tratamento pro resto da vida...ou se odiava e me martirizava lembrando cada pseudo profissional que me atendeu, ouviu, medicou errado e não diagnosticou ! Bando de incompetentes... já não era o bastante ser roubada pelo TDAH...e mais uma vez me perdi nos detalhes do que já passou e do que jamais passará a acontecer.
    Sei que não tem um dia que não inclua citações suas nas análises do cotidiano ou que não sejam elas que expliquem aquelas coisas que me paralisavam, enchiam de culpas e por ques.
    Sobre este post kkk eu sabia que qdo lesse tb me veria ali...haha fato ! Com uma diferença, de vez em qdo eu jogo, .......nos mesmos nºs há 20 anos !!! Nunca deram nem a quadra hahaha mas jogo se não jogar neles, vai que dá !
    Então jogo mas perto do sorteio, pq nesse intervalo de tempo, eu piro !!! E o pior é que eu mesmo sem saber o que era um TDAH, sabia que era uma coisa de acreditar em solução mágica pra resolver meus problemas do dia pra noite.
    Sintomas...
    Absolutmente todos, desde a infancia triste e sempre as voltas com bullyngs que não tinham esse nome e nem importância pra ninguém, exceto pras crianças esquisitas e diferentes que eram alvo...
    Hoje estou aprendendo muito... lidando melhor com o fato de saber só agora. Já consultei uma psiquiatra nova, particular e discuti com a do posto de saúde...7 anos perdidos... Me encaminhou pra um neuro. Disse que não trata criança por isso não identificou e que esse diagnóstico tem que ser realizado por uma equipe multidisciplinar... depois disso nem vou querer saber o que a ex terapeuta (que eu já havia suspendido depois de 6 anos) iria justificar...
    E depois disso tudo, agora, com diagnóstico e receita...acabou a ritalina...
    Afeee ninguem merece !
    Como sabiamente disse vc e "não sei por que" a gente lembra todo dia !!!
    Nada na vida de um TDAH é fácil...
    Muito prazer em conhecê-lo Alexandre !
    Abraços amigo !
    Eliana

    ResponderExcluir