quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

ENTRA NUM OUVIDO E SAI PELO OUTRO




Semana passada aconteceram dois fatos que me chamaram a atenção: no domingo teve uma reunião de família na casa de sobrinhos meus e na segunda eu e Marina demos carona a um vizinho nosso, pela manhã.
Em comum, esses dois fatos aparentemente desconexos têm a minha falta de memória em uma questão previamente avisada. E surgiu um alerta dessas situações.
Vamos aos fatos: na sexta feira meu pai esteve na Maxxtel e comentou que no domingo iria na casa de meus sobrinhos onde haveria um lanche com o sorteio do amigo oculto de natal, reunião a que eu estava convidado e deveria estar ciente. Tal informação saiu em meio a uma conversa e, para mim, fazia parte de um todo e não um aviso ou uma lembrança de um compromisso futuro; resultado, esqueci da reunião. No domingo à tarde, quando eu já deveria estar na reunião de família, estava eu do outro lado da cidade ocupado com coisas muito diferentes. Quando o telefone tocou era minha sobrinha Camila cobrando nossa presença; resposta: eu não sabia, nem lembrei, ninguém me avisou. Na hora ouvi meu pai afirmando: sexta feira estive na loja e falei com ele. Essa é a questão; não me foi falado ou comunicado à parte ou com exclusividade, não, o comunicado foi em meio a uma frase do meu pai sobre o que ELE faria no final de semana e eu não registrei como um aviso. Passou em brancas nuvens.
No próprio domingo à noite, conversando com a Marina, ela comentou em meio a uma frase que o Mateus, nosso vizinho, desceria de carona conosco de manhã cedo. Novamente passou em branco. Na manhã seguinte já não me lembrava mais de que tinha um carona.Logo a Marina me cobrou: anda pai, vamos atrasar o Mateus! Que Mateus? perguntei. Pai, disse Marina, o Mateus vai descer com a a gente, eu te disse ontem. Pois é, eu não registrei. Depois conversando com a Marina eu resgatei a conversa e o comunicado em meio a outros assuntos.
Assim não dá!!!! Se você quiser que um TDAH honre seus compromissos ou lembre-se de algo, comunique-o oficialmente. Para tudo! Esqueça o que estivemos conversando até então. Amanhã, teremos tal compromisso, em tal lugar, a tal hora. Entendeu? Mesmo que ele tenha entendido, é bom que registre na agenda do celular para que apite uns minutos antes e ele se lembre do compromisso.
Em meio a um bate papo, nem pensar. Entra em um ouvido e sai pelo outro. Imediatamente.