terça-feira, 20 de dezembro de 2011

MENTES CONFIANTES







Encerrou-se em 18/12/2011, o primeiro ano do programa MENTE CONFIANTE.
Criado pelas brilhantes, Luciana Fiel e Valéria Modesto, o programa MENTE CONFIANTE acolhe e trata o portador de TDAH (e sua família) de uma maneira que eu jamais havia visto, participado ou ouvido falar em minha vida.
O TDAH é uma doença que abarca toda a família, muitas vezes o comportamento do portador desagrega o núcleo familiar, provoca atritos entre os pais, etc, etc, etc...
Até aqui o que se fazia era prescrever os medicamentos e, quando muito, indicar o paciente para um psicólogo comportamental. Ambos os tratamentos eram estanques, sem uma integração e sem sinergia.
Assim surgiu o MENTE CONFIANTE. Uma sinergia entre a medicina e o coaching, uma parceria entre duas profissionais que se completam e se multiplicam. Ontem, num salão lotado de portadores e familiares, tive a noção exata da magnitude do trabalho da Dra. Valéria e da Luciana. Depoimentos emocionados de pais que estão vivenciando mudanças radicais no comportamento de seus filhos e portadores adultos, emocionados por enxergarem uma luz no fim do túnel. Mas, creio que a maior emoção que sentimos ali foi a de nos descobrirmos amparados, acolhidos, como seres humanos que merecem muito mais do que uma simples receita de ritalina ou concerta.
O programa MENTE CONFIANTE baseia-se, além das consultas com a Dra. Valéria – que chegam a durar mais de duas horas – em um conjunto de sessões de coaching que visam reorganizar a vida do portador de TDAH. Através da orientação da Luciana, vamos aprendendo a nos organizar, a criar foco, a nos descobrir, de uma maneira clara, simples e objetiva. Recentemente foi integrada à equipe a psicóloga cognitiva Erika, ampliando ainda mais o espectro desse tratamento de acolhimento e atenção. Mas, na minha opinião, a grande sacada do MENTE CONFIANTE foi a criação dos grupos de portadores e dos grupos de familiares. Esses grupos reúnem-se mensalmente para discutir as dificuldades e conquistas de cada um com o tratamento. Logicamente a presença e a manifestação são opcionais, mas tenho certeza de que, quem vai a uma reunião quer participar de todas. Estar inserido em um grupo nos dá a certeza de que não estamos sozinhos, de que nossa luta não é uma luta solitária, mas que outras pessoas enfrentam problemas semelhantes, com dores e alegrias parecidas e com soluções e estratégias que muitas vezes podem ser usadas em nossos casos particulares.
Uma concepção diferente da medicina, uma visão nova para o coaching, um caminho mais efetivo para a psicologia, esse é o MENTE CONFIANTE. Duas profissionais que enxergaram que o TDAH é uma doença que a atinge seres humanos e que eles precisam – e merecem – ser tratados como tal. O carinho e a atenção dedicados a cada um de nós é o melhor tratamento que podemos ter.
O MENTE CONFIANTE – graças a DEUS – está fazendo escola; a psicóloga Katia..... está levando para Belo Horizonte esse conceito novo de tratamento do TDAH, já tendo realizado as primeiras reuniões de portadores e familiares. Um dia, a medicina vai reconhecer esse revolucionário tratamento e ele se estenderá a todas as especialidades médicas. Um tratamento que enxerga, respeita e acolhe o paciente como um ser humano passível de erros, de medo, e de necessidades outras que não apenas alguns exames e receitas.
Obrigado Dra. Valéria Modesto Leal, obrigado Luciana Fiel, obrigado Walkíria, obrigado Erika, esse ano que termina foi muito importante na minha vida, um ano de mudanças e conquistas e grande parte disso foi graças ao trabalho e ao carinho de vocês.
Muito obrigado por me ajudarem a ter uma MENTE CONFIANTE em 2011 e com certeza, mais confiança em 2012.
Obs.: Apesar de parecer, esse post não é uma propaganda e muito menos foi escrito a pedido das autoras do Mente Confiante. Pelo contrário, esse post é fruto da emoção da reunião de ontem, pela gratidão que tenho por elas e por seu programa. O programa é um sucesso por suas próprias virtudes e não precisa de minha minúscula propaganda.