terça-feira, 19 de junho de 2012

POR QUE DESTRUÍMOS NOSSAS VIDAS?





Estou aqui ouvindo Michael Jackson interpretando a música Smile, composta por Charles Chaplin. Lembro que quando gravou essa música, Michael Jackson falou que era a música que ele gostaria de ter feito.
Ouvindo sua belíssima interpretação fiquei pensando nas razões que o  levaram a trilhar esse caminho de loucura que culminou em sua morte. Ninguém nunca irá saber.
Mas, e nós portadores de TDAH?
Por que repetimos os mesmos erros?
Por que caminhamos na mesma trilha?
Por que destruímos nossas vidas?
Por que agredimos a quem amamos?
Por que não nos calamos?
Por que não pensamos, apenas mais uma vez, antes de agir?
Por que não terminamos aquilo por que ansiamos há tanto tempo?
Por que gastamos mais do que ganhamos?
Por que bebemos mais do que deveríamos?
Por que corremos além do limite?
Por que ceder àquele prazer imediato que sabemos pernicioso?
Por que não paramos à beira do precipício?
Por que nos sabotamos quando estamos atingindo o clímax?
Simplesmente por que somos portadores de TDAH?
Ou nos satisfazemos com os 'ganhos' indiretos que nossa luta nos proporciona?
Ou quem sabe não temos força suficiente para enfrentar o TDAH?
Por que, mesmo sabendo que estamos procrastinando e que essa procrastinação é obra do TDAH, procrastinamos mais uma vez?
Por que, mesmo tendo conhecimento de que nossas explosões de fúria proveem do TDAH, ainda mordemos a mão que nos alimenta?
Ainda não existe cura!
Nós somos a cura!
É uma tarefa de Sísifo - na mitologia grega, Sísifo fora penalizado a empurrar uma pedra enorme morro acima e ao estar quase no topo, a pedra rolava até a base e ele tinha de recomeçar sua tarefa - mas ao contrário do mito grego, não estamos condenados por um Deus, pelo contrário, Deus nos deu o supremo dom do conhecimento e conhecer o inimigo é o primeiro passo para derrotá-lo.
Vamos lá, cada um de nós tem sua própria pedra a empurrar montanha acima, mas, aos poucos, vamos conhecendo os atalhos dessa montanha e aqueles pontos onde podemos parar para descansar e recarregar as baterias.
O importante é termos consciência da hora de parar, é reconhecer a ação de nossos sabotadores e evitar que tenhamos o fim triste e solitário daquele que um dia foi o rei do pop, o maior vendedor de discos da história da música, um ídolo de multidões, mas que na hora de parar, deu o derradeiro passo em direção ao precipício.



6 comentários:

  1. Depois que tive consciência do TDAH na minha vida (principalmente dos sintomas, onde seu blog tem me ajudado muito neste sentido) ja consegui mudar algumas coisas, principalmente a não magoar quem sempre está ao meu lado me apoiando. Realmente o conhecimento é a maior das nossas armas. Identificar o inimigo é a melhor tática. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo!
      Mantenha-se alerta, tente respirar e pensar antes de falar algo. Claro que não é fácil e nem sempre vc vai conseguir. Mas tente.
      Informe-se e cuide-se, sua vida merece ser melhor.
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  2. ALEXANDRE 36 ANOS20 de junho de 2012 15:41

    BOA TARDE,,,
    A MAIS DE DOIS ANO FUI PROCURAR UM PSIQUIATRA EM UMA BREVE ENTREVISTA ELE ME FALOU ¨¨ VC ESTA COM DEPRESSAO MAS TEM SINAIS DE TDHA !!! ¨¨¨PERGUNTEI O QUE ERA ISSO E ELE ME EXPLICOU RAPIDAMENTE,,, MAIS ME PRESCREVEU APENAS REMEDIO ANTI DEPRESSIVOS,,, BOM !! ACABEI NAO TOMANDO NEM OS REMEDIOS ANTI DEPRESSIVOS ,,,NEM VOLTEI MAIS LÁ ( PRA VARIA NAO TERMINEI O QUE COMEÇEI ) NESSE PERIODO PASSEI A PIOR FAZE DA MINHA MINHA ,, FINANCEIRA, FAMILIAR, EMOCIONAL, TIVE MUITA VONTADE DE FUGI,, MAIS O AMOR QUE SINTO PELOS MEU FILHOS É MAIOR QUE QUALQUER TDHA, MAIS SOFRI MUITO MUITO MESMO O PIOR QUE NAO GOSTO DE DEMONSTRA FRAQUESA ( QUANDO DEMONSTRO ME ARREPENDO O QUE ME DEIXA MAL ) O QUE FAZIA EU SOFRE MAIS AINDA. HJ COMEÇO A VER QUE O TAL TDHA ESTÁ MUITO CLARO NA MINHA VIDA ,,,PRETENTO PROCURAR UM PSIQUIATRA DENOVO E COMEÇAR UMA TRATAMENTO PARA VIVER UMA VIDA COM MAIS QUALIDADE. O BLOG ME AJUDOU MUITO A TOMAR ESSA DESCISÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Xará!
      A única coisa que posso lhe dizer é: TRATE!
      Procure se informar sobre o transtorno, ajuda bastante no tratamento; tome os medicamentos, se possível busque ajuda de psicólogo ou coaching.
      Trate-se e verá que sua vida mudará muito, e para melhor.
      Se eu puder ser útil em alguma coisa, escreva-me.
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  3. Olá boa tarde! Descubri à quase um ano que sou portadora de TDAH e foi à partir daí que minha vida começou a fazer sentido. Já começei o tratamento mas está sendo muito difícil, pois a falta de conhecimento dos meus familiares me desanima. Estou tendo muitas recaídas e me sentindo muito só, sem apoio estou com medo de tudo e tenho muitas crises de choro. Estou na beirada de um abismo me segurando pra não cair.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me dê sua mão, eu te seguro!

      Mas não se iluda, eu também tenho muitas recaídas. Quase todos os dias.
      Não espere apoio da sua família, nem de ninguém.
      A vida é sua, cuide dela. Você vai colher os benefícios.
      Aprofunde-se no conhecimento do TDAH, saiba como e quando ele age pra poder impedi-lo que causar grandes estragos.
      Mas não desista!
      Desistir do tratamento é desistir de você, da sua vida.
      Desculpe o termo, mas dê um foda-se à sua família e amigos e cuide-se.
      Trate-se é a única forma de impedir o fundo do abismo.
      Um grande abraço.
      Estarei aqui sempre que precisar.
      Alexandre

      Excluir