terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

TDAH CONTRA O TEMPO








Os minutos escorrem pelas mãos, as horas evaporam diante dos olhos, os dias se consomem sem que percebamos.
E o ano passou...
E a vida passou...
E nos escapou...
Adiamos projetos, postergamos sonhos, relevamos prioridades...
Sempre pode ser para amanhã...
A semana que vem ainda está tão distante!
Planejar? Como, se tudo parece inatingível, longínquo...
Mas chega; nos atropela, e ficamos ali, atordoados, incrédulos, atônitos. Abalroados por uma realidade que chegou de chofre, sem nos avisar, subitamente, saltando dias, engolindo horas...
Ahhh, o tempo! Esse facínora que nos rouba as delícias da procrastinação; esse inimigo que tanto nos subtrai da vida.
Como é difícil nossa convivência: Nunca sabemos quando está longe ou próximo. Qual o tempo de adiar, quando urge, ou simplesmente quando é hora de viver o presente.
Deixe estar; uma hora haveremos de dominá-lo, prendê-lo e trazê-lo para o nosso mundo.
Um mundo de pequenas urgências e grandes adiamentos, mas que funciona perfeitamente  nos becos tortuosos das mentes TDAHDIANAS.


OBS. UM INFELIZ ESTÁ POSTANDO LINKS ANTI PSIQUIATRIA E XINGANDO OS LEITORES DO BLOG E USANDO MEU NOME.
OBVIAMENTE NÃO SOU EU. JÁ DENUNCIEI AO BLOGGER E ESTOU AGUARDANDO PROVIDÊNCIAS.