quarta-feira, 12 de agosto de 2015

CINQUENTA TONS DE TDAH



1-Anote, você irá esquecer. 
2-Cale-se por 5 segundos, sua raiva passará. 
3-Não compre, você não precisa disso. 
4-Não matricule-se, você já fez isso outras vezes e não frequentou. 
5-Pergunte o caminho, você não sabe onde é. 
6-Acredite, ainda que você não se recorde, você disse aquilo. 
7-Saia agora, embora pareça, não dá tempo de estender a roupa, consultar o computador ou dar um último telefonema. 
8-Desista do talão de cheques, você nunca se lembra de anotar os canhotos. Os cheques cairão como bombas em sua conta corrente. 
9-Não acredite em sua memória, você irá esquecer. 
10-Acalme-se, você jamais poderá pegar todas as mulheres do mundo. Concentre-se na sua, pra te aguentar merece todo o carinho e atenção. 
11-Não minta. Embora possa parecer uma boa solução, você se perderá nos detalhes e será descoberto. 
12-Seja humilde, você falhará mais do que a maioria e precisará da simpatia de todos. 
13-Não saia alardeando para o mundo seu TDAH, isso será usado contra você em algum momento. 
14-Pense mil vezes antes de oferecer-se como voluntário, candidato a síndico ou coisa parecida. Você terá se arrependido antes de terminar de ler essa frase. 
15-Cale-se e reflita, cinco segundos, suas palavras agressivas alimentam sua raiva e o padrão de agressividade só aumenta. 
16-Você é muito melhor do que pensa.  
17-Você já está muito velho pra acreditar em contos de fadas. Encare a realidade. 
18-Não tenha medo, você pode. 
19-Não se culpe por aquilo que não pode mais ser reparado. 
20-Seja sincero com você mesmo: As razões de sua decisão são verídicas? 
21-Retorne a ligação de seus amigos e parentes, você não é uma ilha. 
22-Respire fundo, respire de novo, acalme-se, mesmo que seu interlocutor seja uma pessoa importante, se ele se dispôs a te ouvir é por que você tem valor. Acredite em você. 
23-Procure algo que te dê prazer. A médio e longo prazo você não suportará fazer o que não gosta. 
24-Não adie mais, quem vai sair perdendo é você. 
25-Trate-se, a vida é muito melhor sob tratamento. 
26-Aprenda a se organizarCada coisa em seu lugar. A desorganização habitual do TDAH aumenta o estresse e a auto recriminação. 
Não abandone essa meta, ainda que você não a cumpra totalmente, com o tempo você vai se aprimorando. 
27-Jamais desista de vocêNinguém é mais importante do que você nesse mundoCuide-se, aceite-se. Você não escolheu ser TDAH 
28-Não se recrimineou se culpevocê é portador de uma doençanão um cretino. 
29-Não se esconda atrás do TDAH. Você é doente, mas pode se cuidar e melhorar sua vida. 
30-Aceite suas contradiçõeselas fazem parte da doença também. 
31-Explore suas potencialidadestodos temos alguma. Se você não tem, é por que não procurou direitoNunca é tarde pra mudar de vida. 
32-Tenha paciênciavocê não vai acordar expert em algoAinda que ame e que tenha talento. O atleta treina todos os dias, o artista ensaia todos os dias. Com você não é diferente. 
33-Levante-se e vai viverVocê  deu muita sorte de estar vivo nessa manhã. O resto, você vai superar. O TDAH sempre supera. 
34-Não acesse o Facebook (ou qualquer coisa parecidadurante o trabalhoVocê não conseguirá acessar  um minutinho. 
35-Guarde esse celular, tem apenas trinta segundos que você conferiu as notificações pela última vez. 
36-Lembre-se, depois da conquista vem a rotina, e tudo volta ao normal. 
37-Pare de ler esse post e  cumprir suas obrigações. 
38-Cale-se, o que foi dito não tem volta. 
39-Perdoe-se, no Brasil não existe prisão perpétua. 
40-O seu dinheiro não é ilimitadocontenha-se. 
41-Informe-se sobre o TDAH. Informação é poder. 
42-Cerque-se de pessoas que o amam e aceitem verdade. Você já se auto critica demais, não precisa de críticos externos. 
43-Levante a cabeça, você já caiu outras vezes e reergueu-se. 
44-Não acredite em quem nega a existência do TDAH, você sente seus efeitos na própria pele. 
45-Quando tiver oportunidade, deixe sua mente viajar, mas controle-a quando precisar de foco. 
46-Valorize-se, você chegou à idade adulta arrastando o TDAH; tem que ser muito bom pra conseguir esse feito. 
47-Experimente algo novo até descobrir o que te motiva, você vai conhecer uma nova vida. 
48-Desabafe com alguém, se não tiver ninguém, faça como eu, escreva um blog. Milhares de pessoas virão em seu socorro. 
49-Não se envergonhe de mudar de vida, de profissão, de carreira, ninguém pode viver sua vida por você. 
50-Tome seu remédio e enfrente o seu TDAH, você pode, você é mais forte do que ele. 
Agora chega, vai trabalhar! 

82 comentários:

  1. Isso tudo mesmo.Sempre leio seu blog ,primeira vez que comento ,ele me ajuda muito , trato-me a 3 anos com ritalina LÁ 40mg e um ansiolítico luvox 100mg. Minha vida melhorou muito, salvou meu casamento , pois minha esposa achava que era ela que era o problema.Montei minha segunda farmácia e hoje tenho 15 funcionários .Claro que não é um paraíso, mas estou conseguindo administrar melhor minha vida.Parabens pelos seus textos e que vc consiga forças pra manter o blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom cara é ótimo ver relatos de pessoas com o mesmo problema q eu q conseguem vencer cada dia!

      Excluir
    2. Boa noite! Parabéns pelo sucesso, se continuar crescendo assim pode me arrumar um emprego. Kkkk
      Tratar-se é fundamental.
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
  2. Gente, acho que só tem uns 3 tons aí que não batem comigo!

    ResponderExcluir
  3. Que trabalho?? Tenho 18, no começo do ano trabalhei por uma semana em um escritório como secretária, quase morriiiii, odeio atender telefones e aquelas coisas chatas? g-zuis, quase explodi, foi um alivio para mim. Na verdade era meu plano, terminar o colégio, trabalhar por um ano e depois faculdade. Mas no primeiro dia de trabalho desisti disso, resolvi que queria ir embora. Tentei pelo sisu, passei numa federal, mas em uma cidade média, estava super animada, um dia antes dei crise de loucura e desisti, no dia da viagem quis ir, maaaas já tinha deixado minha família maluca e eles não deixaram, então desisti. Resolvi tentar no meio do ano pelo sisu, estudei por um mês, parei pq achei que passaria na capital, OBVIAMENTE não passei, perdi todos os vestibulares de inverno por causa disso, fui burra de novo. Tá difícil começar estudar de novo, o enem tá quase ai. Nunca fui dianosticada com TDAH, mas também só comecei a ir na psicologa agora, há dois meses, mas já quero desistir, pq ela não tá ajudando, queria soluções, mas só tá aplicando testes e mais testes e me analisando, sei que é assim, mas e a solução???? Sorte a minha ser de uma família classe média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro um médico, em lugar de psicólogo, o médico pode receitar; o psicólogo não.
      Experimente tentar encontrar um no site da ABDA.
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
    2. Terminei a terapia hoje, não mudou muito e a psi não falou nada de TDAH.
      Talvez não tenho nada mesmo, enfim, não quero mais saber de psicólogos e nem médicos.

      Excluir
    3. Perder-se também é caminho...
      Clarice Lispector

      Excluir
  4. Quem sou eu pra dizer que a criatividade e inspiração de alguém como você tenha caído... Se por algum momento eu tivesse pensado isso, acabei de crer que foi um grande engano. Nesse post acabaste de me mostrar o quanto ainda preciso aprender a respeito deste distúrbio. Lendo frase por frase, me vendo em cada uma delas e também não querendo me ver em algumas (e mesmo assim estando ciente de que preciso aceitar) posso notar sua experiencia no assunto... Enfim, gostaria de agradecer a sua boa vontade de querer ajudar pessoas que enfrentam esse mesmo problema. Além do tratamento que venho fazendo com especialistas, seu blog me ajuda MUITO.
    Parabéns pelo blog e principalmente por esse post! Abraços.. Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: post maravilhoso.
      típico... rs

      Excluir
    2. Kkkkkk
      Obrigado Daniel, pode ter certeza de que sua crítica teve efeito. Pensei muito a respeito daquilo que você disse. Bom que gostou.
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
  5. Que texto! Parece que alguém acessou minha cabeça e escreveu minha biografia. Obrigada Alexandre, sempre é bom saber que não sou a única!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos sempre aqui, Aline. Venha quando quiser.
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
  6. Que post, obrigado por compartilhar!

    ResponderExcluir
  7. Tem mais outras frases, que ouço repetidamente dos outros
    - Seja racional, antes de agir, pergunte-se pra que e porque está fazendo aquilo, mesmo que seja algo trivial
    - Não demostre carinho por alguém, se for para se afastar ou abandonar na hora que quiser
    Quando lembrar de outras, escrevo mais.
    A clássica:
    -Preeeeeestaaaa ateeeeeeençãoooooooooooooo

    Sobre talões de cheque, nunca quis ter, pois já me conheço. Não conseguia nem controlar meu material escolar, imagina talão de cheque.
    Do mesmo jeito, nunca quis aprender a dirigir.
    No meu trabalho, gosto de trabalhar com meu computador virado para alguém, pra não me permitir um minuto de distração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "13-Não saia alardeando para o mundo seu TDAH, isso será usado contra você em algum momento."
      Isso eu sempre soube, e sempre tentei esconder minha falta de atenção. E mesmo assim, já passei por muitas situações ruins, com pessoas que tentam se aproveitar da minha falta de atenção pra se dar bem ou tentar me acusar de algo que não fiz, com mentiras do tipo "Eu falei, você que não prestou atenção", "Eu dei na mão dela e ela perdeu e não quer falar....". Um dos motivos que me levou a desistir de ficar em um emprego foi esse, todos já sabiam da minha fama, e volta e meia aparecia um querendo tirar proveito.

      Excluir
    2. Nunca quis ter cheques, nunca quis aprender a dirigir, evito qualquer atividade que possa me induzir a um vício... Prefiro viver me privando de muitas coisas que eu sei que não vou ser capaz de fazer, prefiro nem me arriscar. As poucas coisas que me arrisco a tentar, fica sempre naquela novela, tentando, errando, me arrependendo, errando de novo, pedindo desculpa, errando tudo de novo, choramingando, errando de novo...Então prefiro cortar da minha vida, tudo que pode ser desnecessário.

      Excluir
    3. Olha, cada um tem sua estratégia, mas achei a suas muito radical.
      Acho que opto pelo oposto, enfrento tudo. Se der errado, deu.
      Abraços
      Alexandre

      Excluir
    4. Me privo de muita coisa, desde que sou criança, me esforço para ouvir a razão primeiro do que aos meus impulsos efêmeros.
      Já me senti covarde por pensar assim, via as pessoas em volta de mim fazendo tudo sem pensar, viviam felizes e fazendo outras pessoas felizes, e depois tinham muitas estórias bonitas pra contar. E eu no vazio de sempre por ter vivido sem fazer nada.
      Mas quem convive comigo e me conhece, diz que é melhor eu viver me controlando mesmo, já que eu tenho mais dificuldade pra ter limites, não sei a hora certa de parar. Entro em um curso e largo, faço amizades e sumo quando quero, como sem parar, falo o que não devo. Pra viver com liberdade, é preciso ter responsabilidade primeiro. Quem convive comigo, não me aconselha a arriscar, estão sempre me aconselhando a viver com rédeas, que tenho que ser racional e "eliminar o máximo possível o desnecessário", já que tenho dificuldade pra controlar as coisas e conviver com limites.

      Excluir
    5. Isso né verdade. Nunca bebi; na adolescência por proibição médica, depois por saber que não conseguiria me controlar.
      Aliás, já está comprovado cientificamente que nós, TDAHs, temos 30% a mais de chances de nos tornarmos alcoólatras ou drogados.
      Tem razão, sua estratégia é radical, mas segura e acertada.
      Tamo junto. rsrs
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
  8. Oi amigos tudo bem? Vou ao médico neuro. e estou em dúvida, qual remédio pedir para o médico receitar, a ritalina La ou o concerta pois eu usei a ritalina sem ser o La e não deu diferença. Qualquer coisa meu email é leozinrv@hotmail.com
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sempre deve saber que o primeiro é a Ritalina 10mg mesmo, que você diz que já tomou. Em seguida, você deve saber que, ao tomar, você deve ter a sua dose ajustada. Você já conversou com seu médico anterior (Psiquiatra?) para ajustá-la?

      E com relação ao remédio que você deve pedir, acredito que seja aquele mais barato a princípio, pois todos são metilfenidato. Porém não sei te dizer se os inscipientes de cada um influenciam no efeito em cada organismo...

      Excluir
    2. A diferença entre um e outro é a velocidade com que o metilfenidato é liberado. Na comum, a carga é maior, mas logo acaba. Na LA e Concerta a liberação é gradual e o efeito prolongado.
      Alexandre

      Excluir
  9. Quanto aos talões de cheque, uma boa estratégia para não esquecer é ter uma agenda, e grampear os canhotos no dia em que o cheque irá cair. Se o cheque for de valor alto, grampear um ou dois dias antes do cheque cair, para dar tempo de cobrir a conta, caso o saldo não seja suficiente.
    Aí não tem jeito de esquecer.... só não pode esquecer de olhar a agenda....kkkk

    ResponderExcluir
  10. Muito bom, Alexandre,

    Me identifiquei com praticamente todas as 50 características listadas... meu único porém é que não consigo ser agressivo com as pessoas mais próximas, característica esta ressaltada em alguns aspectos... quando eu me irrito, me calo, me isolo... quero fugir, enfiar a cabeça num buraco, procurar colo, ser consolado (se fazendo de coitadinho). Me puno, me critico, me desmereço...

    Estou vivendo uma crise no meu relacionamento e não sei como reverter isto... quando me dou conta, me pego fazendo as mesmas coisas "condenáveis" que me propus a parar de fazer... tento esconder, minto, até que sou desmascarado. Aí encarno o papel de crítico de mim mesmo.

    Não sei se é mérito do TDAH ou não, mas o fato é que tenho uma cabeça muito boa para estudos, tenho uma facilidade imensa de memorizar visualmente, porém a audição me trai o tempo todo. Fiz engenharia e me formei sem ter que estudar para prova em praticamente nenhum momento. Inclusive passei em vários concursos públicos sem abrir apostila alguma... Mas quando não anoto algo e tento lembrar de ouvido, mal recordo o que me foi falado a meia hora atrás.

    Minha vida social é terrível. Tenho tara por praticamente todas minhas amigas e fico fantasiando com elas secretamente. Quando uma mulher me atrai, fico a devorando com os olhos, mesmo na presença da minha esposa /o\. Não consigo controlar isto... é um ato impulsivo e inconsciente. Na minha época de solteiro, porém, tinha desejo, mas ao mesmo tempo tinha medo de chegar perto das meninas, já antevendo um fora que nunca existiu. Mesmo quando a mulher dá todos sinais de que está interessada, eu não confio neles ou sequer os percebo... e desisto sem sequer ter tentado. A mente se perde em devaneios e me faz sentir-me um fracassado antes mesmo de ter tentado.

    O Facebook se tornou meu pior pesadelo, pois perco horas garimpando fotos e fantasiando... Quando me dou conta, o dia passou. Bloqueei meu FB e redes sociais exatamente por isto.

    Quando brigo com minha mulher, eu dou razão pra ela todas vezes e me culpo por tudo... Mais tarde, sequer tenho coragem de lhe pedir desculpas, de lhe dirigir a palavra ou de olhar em seus olhos... "de tanto mal que lhe fiz..." e fico semanas sem contato com ela... sem conversar, sem sexo, sem interagir com ela...

    Nossa família mora toda no sul e estamos em São Paulo, só nós dois... então isto acaba dificultando um pouco as coisas para nós. Ela não sabe bem o que fazer comigo... se fica comigo para cuidar de um doente, ou se pede divórcio, por não aguentar ter que me aturar em meus devaneios ou me achar um cafajeste inescrupuloso. Ela sempre me pede encarecidamente para que algum profissional lhe diga como ela deve agir com relação a mim e nenhum psicólogo dá nenhum parecer a ela. Não sei se não estou levando ela pro buraco junto comigo e isto me deixa extremamente preocupado.

    Em junho fomos a um psiquiatra e ele me disse que ou tenho TDAH ou BORDERLINE. Nunca fui agressivo, tampouco violento. Borderline não se encaixa no meu perfil, mas quanto ao TDAH, praticamente gabaritei o teste. Pensei até que tivesse ASPERGER (uma variante de Autismo), mas decidi que não iria mais procurar me entender e deixaria que um profissional me orientasse.

    Faço tratamento psicoterápico a muitos anos, porém sem muito sucesso, pois só consigo engrenar na terapia nos acréscimos... o que me chateia e me deixa muito frustrado. Embora tenha a sensação de ser perda de tempo, me conforta ter alguém que me ouça e isto me basta.

    Sinceramente, embora tenha todas as respostas para o meu problema, consciência de todo meu processo, dos meus problemas e dificuldades, me sinto totalmente perdido e, absolutamente, não sei mais o que fazer!!! Só espero que não chegue ao ponto de eu ter que passar numa boutique e comprar uma camisa manga-longa, do tipo.... Camisa de Força!!

    Desculpe o texto longo, mas o item 48 me motivou e me absorvi e meus problemas, até mesmo me esquecendo que estou em horário de trabalho.

    Mais uma vez, parabéns pela iniciativa do blog e por toda paciência.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu comportamento com mulher sempre foi dessa maneira, nem sei como mudou.
      Sempre lutei contra isso, cheguei ao ponto de evitar lugares ou optar por sentar de frente para a parede. Não sei se tem algo a ver, mas naquela época eu tinha uma mulher muito controladora e absurdamente ciumenta. Hoje não tenho mais essa queixa e nem tenho mais essa compulsão. Ou nunca tive e era o excesso de policiamento.
      Mas hoje trabalho com o que gosto não tenho a mesma necessidade de sair caçando outra satisfação.
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  11. Olá Alexandre, VC poderia fazer post para comentarem sobre o uso de outros
    medicamentos como o venvanse porque procuro em vários sites e tem muito pouca informação sobre esse medicamento.
    Estou ansioso para ler seu livro......VC escreve muito bem e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio.
      Só abordo o que conheço e vivencio, por isso nunca falei. Devo testar o Venvanse em breve e postarei o resultado aqui.
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
    2. Uso Venvanse há um ano, vc já fez o post sobre ele? Vamos ajudar as pessoas com nossos relatos. Tenho 48 anos, tdah e com 2 filhos tb. Parabéns pela iniciativa e coragem.

      Excluir
  12. Aos 19 anos me pai me arranjou um emprego.

    Ao receber o primeiro salário, ele, transbordando de orgulho, me levou ao gerente do banco que ele tinha conhecimento para abrir a minha primeira conta bancária.

    Ao receber o talão o de cheques, olhei aquele troço e, em reservado, perguntei ao meu pai como preenche-lo, em especial o tal canhoto.

    O meu pai, então, respondeu: ¨meu filho, não se preocupe com isto não, você vai emitindo cheque sem se preocupar, quando o gerente ligar dizendo que a conta ¨estourou¨, aí sim você para de emitir cheques


    Dito e feito, assim venho agindo, até hoje, AOS MEUS 51 ANOS DE IDADE.

    OBS: Meu pai? óbvio que ele é TDAH, e que aos 82 anos também nunca conseguiu controlar suas contas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não consigo controlar, por isso aboli o cheque.
      Que bom tê-lo de volta.
      Um abração, meu irmão,
      Alexandre

      Excluir
  13. nossa...é tão bom saber q ñ é só eu q sofro com isso
    é sempre bom divulgar a rotina e a luta q uma mente tdh enfrenta..
    é simplesmente uma coisa continua,,,, não para um segundo

    ResponderExcluir
  14. visita meu blogger........... tdahumapartedemim.blogspol.com

    ResponderExcluir
  15. Estava tudo digitado e consegui mudar algo aqui e oq tinha digitado se perdeu. Não consigo escrever novamente. Resumo; café, chocolate, energético da baixo astral. Após começar me tratar voltei a ser gago (pensamos muito rápido e o corpo não acompanha). Além de tdah, ser bipolar ajuda a atrapalhar mais. Uma medicação de um, atrapalha o outro. Tenho 37 anos e somente 45 Dias de carteira assinada. Estou a anos luzes atrás do zero a esquerda. Temos a mente brilhante na sua grande maioria (pena não gostarmos de ter ação p idéias fantásticas). Ainda estou no início do tratamento e meio doido ainda. Consertamos quase tudo que quebra. Já estou com preguiça de continuar escrevendo. Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  16. Viver e conseguir carregar essa doença nos faz ser bons bagarai, imagine uma pessoa"normal" com isso! Não dura uma semana. Rsrsrs

    Temos nosso lado top também, enquanto todos acordam de mau humor, pela manhã (quando conseguimos acordar cedo) após a medicação temos um humor fantástico. Basta evitar café puro e forte. Acredite em nós, que acreditaremos em você. Em breve volto p escrever mais. Já deu neura de fazer outra coisa aqui.

    Amo ver Boas ações na tv, quero fazer o mesmo toda vez que assisto uma, logo esqueço daquilo, ciclo vicioso de querer ser o mecânico dos problemas do mundo, e logo em seguida voltar p tv. Se o autor do blog não se b importar vou comentando e relatando aos poucos, pq um pouco que começo a escrever, já quero sair e fazer outras coisas aqui e até as pernas doem querendo sair p me movimentar. Tamo junto e TDAHzado pessoal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vindo James!
      Comente o quanto quiser, os comentários são tão importantes quanto os textos.
      Eu também me senti muito assim, até encontrar o que gosto de fazer, aos cinqüenta anos de idade.
      Demorou, mas cheguei lá.
      Não desista, você vai encontrar seu caminho.
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
  17. Essa lista traduz perfeitamente quem sou!

    ResponderExcluir
  18. Tou rindo aqui Pq eu deveria estar na aula da faculdade agora mas escolhi ficar procurando coisas na internet. Encontro esse texto que me descreve! Tou rindo pra não chorar, na verdade hahaha

    ResponderExcluir
  19. Confesso que tive dificuldade pra ler tudo.. Na verdade, não cheguei no item 30 Pq faltou paciência mas ta ótimo. Acho que vou fazer um blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bom, com meu blog, me senti mas em paz com relação ao transtorno.

      Excluir
    2. Faça mesmo, Ra, vai te fazer bem. O meu faz mais bem pra mim do que pra vocês, pode ter certeza.
      Abs
      Alexandre

      Excluir
    3. acredito...... mas queria que mais pessoas o lessem,ou comentasse, mas acho q isso é questão de tempo. ha.....
      estou lendo seus posts antigos. vc esta falando de mim é ??
      kkkkk

      Excluir
  20. Boa essa matéria Alexandre, a bula é mais sombria. Kkkkkkkkkkk. Outro dia me perguntaram se eu tomava Ritalee. A falta de informação faz o ignorante. Pq será que não falam que comer frituras também causa ataque cardíaco e outros problemas também???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, existe uma campanha contra a Ritalina. Não fazem uma campanha contra a bebida. As propagandas de bebida mostram pessoas felizes, mentirosamente felizes, e ninguém critica.
      Isso é uma palhaçada.
      Abs
      Alexandre

      Excluir
  21. Alexandre, me responde uma coisa... tdah tbm da as vezes umas doideiras na pessoa?... ou é agente que tem q saber lida com os altos e baixos, vc q é mais experiente do que eu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi direito. Sim, temos altos e baixos, e sim de novo, temos que aprender a lidar com isso.
      Quando estou num dos extremos penso: Opa, esse aí é o tdah. Nada aconteceu pra me deixar assim.
      Aí mudo meus pensamentos e melhoro. Tipo peguei o TDAH em flagrante, ele ficou sem graça e saiu de fininho.
      Não cura, ele vai voltar, mas as crises diminuem.
      Abs
      Alexandre

      Excluir
    2. aaaaaaa............
      olha, já discuti tanto com meu marido, pois dava vontade de muitas vezes simplesmente reclamar ou procurar algo do passado dele ou meu para falar e abrir uma discussão. lhe perguntei ,pois, comecei a observar isso em mim. e não quero mais agir assim , vou rebater sempre.
      um abraço
      #tdahumapartedemim

      Excluir
  22. Olá , sei que esse post não tem nada a ver com a minha duvida mas como é o mais recente e achei os posts muito interresantes vou tentar saciar essa minha duvida com esse comentario.
    Bom eu sou adolecente e como todo o adolecente fui muito idiota fiz uso de muitas drogas comuns em festas rave e isso acabou me prejudicando muito (deixando bem claro que não sou viciado em nenhum tipo de droga) , fiz uso de maconha , lsd , ecstasy e isso começou a se tornar uma coisa normal em minha vida , claro que não diariamente pois são drogas utilizadas em certas ocasioes. Quando eu tinha mais ou menos uns 8 anos de idade fui diagnosticado com TDAH mas meu tratamento foi interrompido por decisão da minha mãe, a alguns dias atras fui ao medico e comecei meu tratamento novamente com ritalina.Fui orientado pelo meu medico a não utilizar nenhuma substancia juntamente com o tratamento , com isso incluindo alcool e drogas em geral pois poderiam me prejudicar muito e eu como um adolecente idiota cai na tentação e no fim de semana passado acabei fazendo uso de lsd e ecstasy por pressao de alguns amigos , porém nessa semana meu tratamento não esta correndo bem estou sentindo efeitos colaterais listados na bula como falta de ar , o que não entendo é o porque disso ja que aparentemente não sou alergico ao Cloridrato de Metilfenidato ou será que sou? se eu fosse não apareceriam efeitos colaterais antes ? isso começou a dois dias eu tomo a ritalina e apos umas 2 hrs começo a sentir uma falta de ar não muito forte mas que persiste, e depois de um tempo essa falta de ar passa e também sinto muito frio nas maos e nos pés chego até a soar frio nas maos .Decidi por mim mesmo que vou parar o tratamento por imediato e vou comunicar meu medico para tentar uma consulta antecipada .
    Eu tenho muita pouca experiencia com esse negocio de TDAH mas sei que a ritalina estava me ajudando muito , mudou minha maneira de pensar e de agir e me colocou a cabeça no lugar e estou disposto a nunca mais colocar um gole de alcool na boca ou qualquer substancia para poder continuar o meu tratamento , porém estou com o grande medo de ser alérgico a essa substancia ( Cloridrato de Metilfenidato.) e não poder continuar o tratamento de maneira segura.
    Se alguem puder me ajudar e me dar algum conselho util por favor deixe seu comentario (OBs : sei que fui idiota e não devo usar drogas , não só pelo tratamento mas por prejudicar a mim mesmo e agora estou mais ciente disso do que nunca . )

    ResponderExcluir
  23. Uerlen. Volte ao medico e explique p ele o ocorrido. Pare de misturar álcool com sua vida. Amigos de verdade, não nos querem chapados e drogados. E tente não ficar sofrendo pelo que aconteceu. Tome como exemplo futuro. Desejo melhoras para você jovem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar , já fui ao medico ontem mesmo e ja estou resolvendo esse problema , muito obrigado :)

      Excluir
    2. Uerlen, sua questão é bem complexa pois junta a pressão da sua turma.
      Nunca fui viciado, mas dava uns tapas num baseado, kkkkk, enfim, um dia decidi parar; meu pai vivia me seguindo, mandando gente atrás de mim, tudo pra me pegar no flagra. Aquilo era um saco e me apaixonei por uma menina careta, foi a gota d'água.
      Primeira coisa que fiz foi mudar de vida. Troquei os amigos, as roupas até o tipo de som que eu ouvia. Abandonei os Led Zeppelin, Iron Maden, Yes e Pink Floyd e passei a ouvir MPB e música Disco, como se dizia na época.
      Foi radical? Foi, mas funcionou. Amigo é muito bom, mas é igual namorada, sempre se arruma outros.
      Pense nisso amigo.
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
  24. Oi, tenho 51 anos e sempre desconfiei do TDAH, porém como me considero bem sucedida, nunca fui reprovada, pensava ser apenas uma pessoa ansiosa e impulsiva. Esse ano a coisa ficou feia, a minha memória piorou muito, a falta de amigos, a luta pela injustiça no trabalho, aff são tantas questões que resolvi pesquisar mais à respeito do TDAH e encontrei o seu blog e estou gostando muito. Tem alguns meses que sai de uma depressão, mas a cabeça não para de atormentar . Voltarei a psiquiatra e pedirei para me receitar a Ritalina.Já tomei uma época e fiquei muito ligada, mas foi bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente confunde TDAH com fracasso profissional. Minha médica é TDAH. Seus problemas são na vida pessoal.
      Vá ao médico e trate-se. Vale a pena.

      Excluir
  25. Sempre fui TDAH e nunca tinha notado até ter meus filhos. Tenho 50 anos e o maior problema para mim era o tanto de coisa que começava e não conseguia terminar. Não bebi e não usei drogas. Mas vivia tendo crises de depressão. Nessa época me diagnosticaram borderline. Toma antidepressivo melhorava e largava o tratamento, até ter outra crise. Casei com outro TDAH tive filhos com TDAH e agora olhando para eles vejo que também sou. Hoje estou muito mais calma, não tenho mais depressão. Estou fazendo curso superior (pela enésima vez!), às vezes me dá desânimo. Mas eu me corrijo, mostro para mim que não tenho plano B. Vou terminar esse curso! Estou no 5º semestre. Não vou desistir. Agora tenho que dar exemplo para os meus filhos. Se falo que eles tem ser persistentes também tenho que ser. Três são adultos e não fizeram nada da vida. Quero mostrar para eles que se eu consigo eles também conseguiram. Enfim é bom ver esses relatos. Ver que não estamos sozinhos! Bom dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito forte seu depoimento. Parabéns pela coragem e pela luta. O que podemos fazer melhor pelos filhos é dar bons exemplos. Sua batalha será reconhecida.
      Abraço
      Alexandre

      Excluir
  26. Olá. Parabéns pelo blog. Procurando na rede efeitos colaterais da ritalina encontrei você. Quando comecei a ler os 50 tons, chorei muito. Que dificil!!!
    Já que graças a Deus achei vocês quero tirar uma dúvida. Sempre começo a tomar a ritalina e me sinto otima, mas depois de 3 dias tomando paro se não vou precisar ficar tão atenta e me sinto muito, mas muito cansada e penso que pode estar acontecendo alguma coisa errada. Então paro novamente de tomar. Só preciso de 5mg de ritalina pra me manter bem. !/2 comprimido pela manhã 1/2 à tarde. Alguém sente este cansaço também? O que será que acontece?

    ResponderExcluir
  27. Oi Greice! O que pode estar acontecendo é o seu organismo sentir falta da Ritalina quando você suspende. Com uma dosagem tão pequena você nem deve ter efeitos colaterais. Pra evitar esse cansaço experimente tomar só meio nesses dias.
    Você já pensou se esse cansaço pode ser seu estado habitual e a Ritalina faz você se sentir melhor?
    Um abraço
    Alexandre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente. Vou fazer um teste. Obrigada.( Adorei esta madeira de fundo do blog.)

      Excluir
    2. Alexandre será que aqui em Brasília tem um grupo de TDAH que se encontram? Seria ótimo trocarmos idéias. Se vc souber de algum... Obrigada

      Excluir
    3. Oi Greice! Um grupo em Brasília eu não conheço mas se você quiser posso te adicionar em nosso grupo no Whatsapp. Me mande o número do seu telefone por email para schubertsax@gmail.com. Não temos médicos no grupo, mas portadores de TDAH que se ajudam e trocam experiências.
      Um abraço
      Alexandre

      Excluir
  28. Sou portador de tdah, e o conheci a 1 ano.Vou dizer de coracao q esta blogue esta salvando a minha vida. Soh quem tem Tdah sabe o verdadeiro significado da solidao, e nós mais do que ninguem sabebos como doi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sempre que leio o que o alexandre posta, parece até que é alguém falando de mim rss
      é tão interessante, parece que todos nós temos uma só personalidade, ou uma só maneira de viver.
      pois temos que fazer o mesmo para melhorarmos diante do tdah

      Excluir
  29. Que blog maravilhoso! Pena que no Brasil não temos apoio necessário. Eu só fui me descobrir com TDAH quando comecei a dar aula e vi que tinha alunos como eu. Uma amiga com o marido (hoje ex-marido) me ajudou a descobrir e a encarar a doença. A gente pira no começo, tem esperanças, muda de vida e depois volta ao de sempre. Porém evoluímos a cada dia. Desses 50 tons, o que mais me deixa irritada é a intolerância e falta de credibilidade que as pessoas queridas dão ao nosso diagnóstico. Mas é isso aí, sabemos que somos melhores do que nos dizem que somos e melhores do que pensamos.
    Um grande abraço!
    Érita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade podemos ser bem melhores do que pensamos!

      Excluir
  30. Tenho uma dúvida... há grau? Por exemplo, algumas pessoas tem um grau mais elevado de TDAH e outras menos? Digo por causa da intensidade de sintomas e também pela variação dos mesmos...

    ResponderExcluir
  31. Eu qse desisti de comentar pq tive que passar muitas coisas!
    Vamos lá! Primeiro dia da Ritalina! 33 anos! Tanta coisa não feita! Sou igual em muitas coisas, e muito diferente em tantas outras! Sou hiperatividade é preguiçosa assim mesmo, juntos! Desde sempre! Não usei drogas, não trai meu marido, não brigo no trânsito, mas sou muito impulsiva! Impulsiva do Bem, dizem. Isso existe? Fiz 12 anos de faculdade! Não me formei! Não consigo um bom emprego! Ou não permaneço em um! Não arrumo a minha casa, esqueço de dar remédio pra cachorra! Mas resolvo todos os problemas da família inteira! Todo dia! Dizem que sou viciada em problema! Em adrenalina! Nem sei que sou! Queria ler o Blog inteiro, mas é coisa demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é a leitura é algo cansativo para o tdah. Falta de foco, concentração, mas tente é super legal.

      Excluir
    2. Tb era assim. Nunca fazi nada por mim mas se alguém precisasse eu virava uma leoa. Ainda n entendi muito isso mas a adrenalina concentra estimula já perseverar durante anos e se formar tem q ter foco, concentração, energia e pesdoas com tdah tem deficit. Podem sim fazer coisas q lhe dão imensa satisfação, prazer e até se conventrar mais mas para a maioria das coisas vem a prostração. Isso não é sua culpa mas vc precisa se conhecer, ter diagnóstico p vc construir a sua história. Talvez ajudemos tanto os ouyros por n acreditarmos mais em fazer algo p nós. Tenho 48 anos e te aconselho se informe se tiver tdah se trate e seja feliz veja o mundo de outra forma.

      Excluir
    3. Tb era assim. Nunca fazi nada por mim mas se alguém precisasse eu virava uma leoa. Ainda n entendi muito isso mas a adrenalina concentra estimula já perseverar durante anos e se formar tem q ter foco, concentração, energia e pesdoas com tdah tem deficit. Podem sim fazer coisas q lhe dão imensa satisfação, prazer e até se conventrar mais mas para a maioria das coisas vem a prostração. Isso não é sua culpa mas vc precisa se conhecer, ter diagnóstico p vc construir a sua história. Talvez ajudemos tanto os ouyros por n acreditarmos mais em fazer algo p nós. Tenho 48 anos e te aconselho se informe se tiver tdah se trate e seja feliz veja o mundo de outra forma.

      Excluir
  32. Sim, você tem gás para coisas que te estimulem, novidades, que te dê satisfaçao rápida ou momentânea para compromissos e assuntos rotineiros vc pode ser mais displicente. Isso n é preguiça p quem tem tdah é dificuldade em planejar e se manter firme e motivado a longo praxo.

    ResponderExcluir