terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FELIZ ANO NOVO, TDAH!






Feliz Ano Novo!
Desejo que em 2014 você se aceite!
Que você se perdoe!
Que você se trate!
Desejo, sinceramente, que no ano novo você abrace o novo. E que esse novo seja você mesmo!
Deixe de se criticar; deixe de se diminuir; deixe de se desvalorizar.
Abrace com carinho e admiração esse ser humano que a tantos anos luta para ser respeitado; abrace esse ser humano valente e destemido que se reergueu um sem número de vezes, mesmo quando a queda parecia definitiva.
Deseje a essa pessoa que você acaba de descobrir, que ela enfim reconheça seu próprio valor e não se sinta mais inferiorizada.
Abrace essa nova pessoa e descubra o quão sensível, carinhosa e legal ela pode ser. Basta que você a enxergue.
Desejo que você procrastine suas dores, que você seja impulsivamente feliz, e que você esqueça -completamente -  tudo aquilo que te fez triste e inseguro.
Mas não vamos nos esquecer de 2013; deixe para o ano velho, como presente, todos os seus medos. Mesmo aqueles mais profundos e arraigados; ou os mais infantis.; deixe-os todos. O ano novo não merece que você carregue todos aqueles sentimentos que te pesaram o coração e ataram seus passos.Não! Deixe-os para o ano velho!
Mas para que o ano novo comece, realmente novo, é preciso que você se descubra; que você se trate; que você policie; que você se ame mais; muito mais.
Feliz Ano Novo, TDAH!
Ah, por favor, deseje o mesmo para mim.
Vou precisar muito...