segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

PRA QUE TRATAR O TDAH?







O mundo sou eu.
É minha percepção da realidade.
É o meu sentimento.
É minha dor ou o meu gozo.
Só existe a brisa ou o sol onde estou.
O negro da noite ou o brilho da lua, só existem em meus olhos.
Sem mim não existe o mundo em que vivo, que eu sinto, que eu enxergo.
Se o mundo sou eu, posso mudá-lo, alterá-lo, manipulá-lo, para o bem ou para o mal.
Tratar o TDAH é apossar-me dos pincéis e tintas que colorem meu mundo e assumir o poder de alterá-las.  Ao tratar-me, a vida assume novas cores, as imagens ficam mais nítidas, posso reconhecer novas nuances, muito além dos cinquenta tons de negro que compõem , em geral, a vida de um TDAH.
A vida de ninguém é fácil, a nossa, portadores de TDAH, muito menos.
Mas, temos uma vantagem sobre os não portadores: a possibilidade de tratamento.
Precisamos assumir o controle de nossas vidas, a tela inacabada está diante de nós, o resultado final depende da nossa criatividade, da nossa imaginação e, principalmente, da nossa vontade de mudar nossas vidas.
O ano novo chegou e ele será exatamente o que fizermos dele.
Mexamo-nos, vamos encher a tela de nossas vidas com novas luzes e cores.
FELIZ TRATAMENTO NOVO EM 2013!